Arquivos

Posts Tagged ‘O que é enfisema’

Alguém já explicou porque você tem DPOC?

22 de fevereiro de 2012 Comentários desligados

Alguém já explicou porque você tem DPOC?

Apresentações classicas da DPOC: Enfisema pulmonar & bronquite crônica

Faça a seguinte experiência: Inspire o máximo que você puder, encha os pulmões de ar e prenda a respiração. Agora, Expire apenas um pouco, e logo depois prenda a respiração. A partir deste ponto ( ainda com os pulmões cheios de ar), volte a respirar, mas tendo como base este intervalo.

É exatamente deste jeito que um portador de DPOC respira com os pulmões cheios de ar, mas com uma capacidade de Expirar ( colocar o ar para fora) limitada.

Isso acontece porque a DPOC, sigla que significa Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica ( mais conhecida popularmente como enfisema pulmonar ou bronquite crônica), provoca uma inflamação nos brônquios do pulmão que obstruem a passagem do ar. Como o ar para sair do pulmão precisa ser “empurrado” por uma pressão positiva gerada pelos músculos, ele encontra dificuldade e fica aprisionado, leva a uma hiperinsuflação pulmonar, sendo um dos motivos para a falta de ar (oxigênio).

DPOC

A DPOC ainda é uma doença muito desconhecida pela maior parte da população, incluindo os seus portadores.

O perfil da pessoa com DPOC em geral é de uma pessoa fumante, com cerca de 40 anos e que apresenta como principais sintomas a tosse e a falta de ar.

Os tabagistas acham que a tosse é um produto que vem natural e “gratuitamente” com o cigarro e que um dia vai passar… Grande engano! A tosse não cessa, ao contrário,  tende a piorar e o tabagista acaba se acostumando achando mesmo que a tosse é normal!

 

Diagnóstico da DPOC

A grande maioria das pessoas que fumam pensam que por terem feito uma radiografia de tórax recentemente, e esta encontra-se com o laudo “normal.” Infelizmente a imagem não é tudo! A Radiografia de tórax pode ser normal e ainda assim o paciente pode apresentar DPOC.

O Exame que diagnostica DPOC é a espirometria ou prova de função pulmonar ( também conhecida popularmente como “teste do sopro”). A espirometria avalia dados da função pulmonar que podem indicar ser o fumante portador de DPOC.

 

Mas Lembre: Fumar provoca 52 doenças diferentes e uma delas é a DPOC!

 

Indústria Tabagista & DPOC

 Para a “felicidade” da Indústria de derivados de tabaco, como a de cigarros, os fumantes acham que podem parar de fumar a qualquer momento. Isto, para a enorme maioria da pessoas não acontece, por uma razão muito simples:

O CIGARRO CONTÉM NICOTINA UMA SUBSTÂNCIA QUE QUE VICIA, PROVOCA DEPENDÊNCIA QUIMICA E IMPEDE A PESSOA DE PARAR DE FUMAR!

Segundo o editor médico da PULMAOSA, O Dr. Marcos Nascimento, ” é por esta razão que parar de fumar sem acompanhamento médico é extremamente difícil: apenas 3 a 5 pessoas a cada 100 conseguem.” Por isto, a necessidade de procurar por ajuda psicológica e médica para iniciar um tratamento cognitivo comportamental, complementa o Dr. Nascimento. E caso seja necessário utilizar medicamentos para minorar a síndrome de abstinência – que é aquele desejo incoercível de voltar a fumar, há vários medicamentos que podem ser usados para este fim.  De tal forma que com acompanhamento, o tratamento do tabagismo terá maior chance de sucesso e você pode impedir a progressão da DPOC.

Como qualquer empresa comercial as industrias tabagistas desejam apenas LUCRO para poder remunerar os seus acionistas.  As indústrias tabagistas obviamente sabem que o cliente pode ficar doente! Aliás, é exatamente por saber que seus clientes ficarão doentes, e poderão morrer ou deixar de ser clientes, é que desenvolveram um Marketing extremamente focado nos jovens e nas mulheres para retroalimentar sua base de consumidores e por conseguinte continuar seu negócio lucrativo.

 Parar de Fumar e DPOC

Há um ditado chinês em que alguém pergunta quando é o melhor momento para se plantar uma árvore. E a resposta diz que o melhor momento foi há vinte anos. O segundo melhor momento é agora!

Portanto, assim é com o DPOC e o tabagismo: O Melhor, seria não fumar em momento algum, mas SEMPRE será um excelente momento para PARAR DE FUMAR. Sendo assim, procure a ajuda de um(a) pneumologista, ele(a) saberá informa-lo(a) sobre os malefícios do cigarro e conduzir o melhor tratamento para a DPOC, começando pelo parar de fumar!

Fontes:

Pulmão S/A: Sua Atmosfera, Sua Vida!®

OMS: Organização Mundial da Saúde

Relação entre o tabagismo e doenças oftalmológicas – Relationship between smoking and eye diseases

15 de novembro de 2009 Comentários desligados

 

Sabe-se que o cigarro implica na patogênese de numerosas doenças sistêmicas e oftalmológicas que veremos a seguir:

O ato de fumar aumenta o risco de neuropatia óptica isquêmica, opacidade do cristalino (catarata), degeneração macular relacionada a idade (DMRI), glaucoma, oftalmopatia de Graves, risco de necrose de enxertos e retalhos, tumores palpebrais malignos, etc.
Na oftalmopatia de Graves os níveis séricos de tireoglobulina elevados e de TSH diminuídos, são encontrados em fumantes, assim como a resposta ao tratamento é menos favorável nestes (1).
Na DMRI, principalmente a forma exudativa, é a mais comum, por promover a formação de neovasos, efeito aterosclerótico e dano hipóxico macular (1). Os dados comprovam a associação entre o uso crônico do tabaco e álcool e a alteração na camada de fibras nervosas da retina, podendo contribuir para o diagnóstico precoce de neuropatia (4).
Fumar pode estar relacionado com o glaucoma, pois aumenta  a pressão venosa episcleral, impedindo o fluxo normal de escoamento do humor aquoso, podendo aumentar a pressão intraocular (1).
Alterações do filme lacrimal, ceratites e outras alterações da superfície ocular são causadas pelo cigarro (1). O potencial antioxidativo da lágrima esta relacionado com o uso de cigarros ou derivados de tabaco, entre outras variáveis (2).
São observadas alterações de campo visual, por meio de perimetria azul-amarelo, em usuários crônicos de tabaco e álcool, promovendo defeitos nas células do sistema parvocelular, responsáveis pela função de cores (3).
Existem certos componentes do cigarro que tem efeito carcinogênico direto quando em contato com a pele. Lesões de pele perioculares são comumente vistas em pacientes que procuram um oftalmologista. A mais comum lesão palpebral maligna é o carcinoma basocelular (90%). Existem detalhes destas lesões que sugerem tratar-se de malignidade, como: idade do paciente, rápida evolução, ulceração, perda de cílios, etc. O cigarro parece ser um fator de risco para desenvolver carcinoma basocelular, principalmente em mulheres. É possível também existir um sinergismo entre o fumo e a radiação ultravioleta (5).

A PULMÃO S.A em sua função em informar a respeito dos malefícios do tabaco, incentiva os tabagistas para que procurem um médico para receber ajuda para parar de fumar.Pare de fumar e liberte-se!

Bibliografia:

1- Revista Universo Visual, edição junho de 2009

2- Potencial antioxidativo da lágrima de adultos jovens. Arq. Bras. Oftalmol. (online). vol 69, n.4, pp 565-570, 2006.

3- Perimetria azul-amarelo em usuários crônicos de tabaco e álcool. Arq. Bras. Oftalmol. (online). vol 69, n 5, pp 675-678, 2006.

4- Análise da camada de fibras nervosas da retina em usuários crônicos de tabaco e álcool. Arq. Bras. Oftalmol. (online). vol 69, n 6 , pp 323-325, 2006.

5- The Association Between Cigarrete Smoking and Basal Cell Carcinoma of the Eyelids in Women. Ophthalmic Plastic and Reconstructive Surgery, vol 15, n 6, pp 309-92, 1999

6-PULMÃO S.A. Sua Atmosfera,Sua Vida!®

Dr.Rodrigo Beraldi Kormann
Médico oftalmologista
Hospital de Olhos do Paraná

Hospital Universitário Evangélico de Curitiba Paraná-Brasil

Dr. Marcos Nascimento,Md.

Editor Chefe do site http://www.pulmaosa.com.br Twitter: http://twitter.com/PulmaoSA
Professor de Pneumologia PUCPR Curitiba-Paraná -Brasil

Atenndence in Tobacco Treatment by Mayo Clinic

Hospital Cardiológico Costantini- Ambulatório INSPIRE

Instituto Neurológico de Curitiba(INC)

ENGLISH VERSION

ENGLISH VERSION:

Relationship between smoking and eye diseases

Cigarette imply in the pathogenesis of many diseases in ophthalmology.Cigarette smoking increases the risk of ischemic optic neuropathy, lens opacity (cataract), degeneration age-related macular degeneration (AMD), glaucoma, Graves’ ophthalmopathy, risk of necrosis of grafts and flaps, malignant eyelid tumors, etc..
In Graves’ ophthalmopathy serum thyroglobulin levels and decreased TSH, are found in smokers, as well as the response to treatment is less favorable in these (1).
In AMD, especially the exudative form, is the most common, to promote the formation of new vessels, an effect of atherosclerosis and macular hypoxic damage (1). The data confirm the association between chronic use of tobacco and alcohol and changes in nerve fiber layer of the retina, may contribute to early diagnosis of neuropathy (4).
The smoking may be related to glaucoma, it increases the episcleral venous pressure, preventing the normal flow of aqueous humor flow and may increase the intraocular pressure (1).
Changes of tear film, keratitis and other ocular surface changes are caused by smoking (1). The antioxidant potential of tear is associated with smoking, among other variables (2).
Are observed visual field changes by means of short wavelength perimetry in chronic users of tobacco and alcohol, promoting defects in the cells of the parvocellular responsible for the function of color (3).
There are certain components of cigarette that has a direct carcinogenic effect when in contact with the skin. Periocular skin lesions are commonly seen in patients seeking an ophthalmologist. The most common lesion is malignant eyelid basal cell carcinoma (90%). There are details of these lesions that are suggestive of malignancy, such as: patient’s age, rapid, ulceration, loss of eyelashes, etc.. Cigarette smoking appears to be a risk factor for developing basal cell carcinoma, especially in women. You can also be a synergism between smoking and ultraviolet radiation (5).

The PULMAOSA in its role to inform about the dangers of smoking, encourage smokers to seek a doctor for help to quit smoking.Quit smoking and free yourself!

Dr.Rodrigo Beraldi Kormann
Ophthalmologist
Eye Hospital of Paraná

Evangelical Hospital in Curitiba- Paraná- Brazil

Dr. Marcos Nascimento, Md.

Chief Editor of the site http://www.pulmaosa.com.br Twitter: http://twitter.com/PulmaoSA

Professor of Pulmonology of College of Medicine of PUCPR Curitiba-Paraná- Brazil

Attendence in Tobacco Treatment by Mayo Clinic

Cardiologic Hospital Costantini- INSPIRE Program -Curitiba-Brazil

Neurologic Institute of Curitiba(INC)

 

CategoriasPrincipal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Vídeo sobre DPOC: Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

28 de agosto de 2009 Comentários desligados

Temos uma  grande preocupação: esclarecer sobre os riscos que os tabagistas  estão correndo e contribuir para que através da educação, venha a percepção não apenas dos malefícios provocados pelo tabaco e seus derivados, mas evidenciar que é possivel abandonar o cigarro e evitar suas consequências, como a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica,  a DPOC. Deve-se lembrar que o melhor tratamento para o DPOC é PARAR DE FUMAR.

Há várias estratégias de tratamento para o DPOC, variando desde o Tratamento Medicamentoso,tomado como decisão, a partir dos critérios de Fargeström,passando pela abordagem psico-psiquiátrica.

Afim de Ilustrar o que acontece com os pulmões quando se fuma, e como se dá o desenvolvimemto da DPOC, colocamos abaixo um vídeo ilustrativo em inglês:

O Narrador do vídeo comenta:

“-Durante a respiração normal o ar passa através do nariz e ganha a traquéia. Emseguida, chega  a via aéreas inferiores e    na sequência aos bronquios menores.Os bronquios se dividem em bronquíolos e finalmente se abrem em uma estrutura em forma de pequenos sáculos, os alvéolos.Os avéolos constitem as estruras fundamentais dos pulmões, o local onde o oxigênio encontra os capilares sanguíneos e são transportados pelas hemáceas até os tecidos,tal qual o gás carbônico, num acontecimento inverso, difunde-se da hemácea para os alvéolos.Este fenômeno é chamado ventilação-perfusão.

Na Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica(DPOC),que constitui um grupo de duas doenças em que o fluxo aéreo tem sua saída dificulltada pela obstrução provocada pela BRONQUITE CRÔNICA, e sua capacidade de troca gasosa comprometida pela destrução dos alvéolos no que se convencionou chamar de ENFISEMA pulmonar.

Conforme o pulmão tem sua pressão interna aumentada, os alvéolos rompem-se formando coalescencias ou bolhas de ar aprisionado, oque caracteriza o ENFISEMA.

A BRONQUITE é a inflamação dos bronquios.A BRONQUITE CRÔNICA resulta das persistentes inflamações que limitam a luz bronquica(diâmetro bronquico), e diminui o fluxo aéreo.

DPOC é causado por :

TABACO;

ASMA

EXPOSIÇÂO A POLUENTES TANTO EM CASA COMO NOS AMBIENTES DE TRABALHO;

FATORES GENÉTICOS;

INFECÇÔES RESPIRATÓRIAS.

Veja também:

Vídeo sobre DPOC:DPO.. o que? – COPD Video: COPD… What?

CategoriasPrincipal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

DPOC & RADIOGRAFIAS DE TÓRAX: IMAGEM NÃO É TUDO – COPD & Chest radiography: IMAGE IS NOT EVERYTHING

24 de agosto de 2009 Comentários desligados

DPOC & RADIOGRAFIAS DE TÓRAX : IMAGEM NÃO É TUDO

RX DPOC - COPD RX - EPOC - MPOC RX

Rotineramente nos consultórios de especialidade como Pneumologia, e Cardiologia escuta-se relatos de pacientes tabagistas de longa data dizendo que em exames de rotina foram elogiados com a seguinte frase: “Seu pulmão está limpo, não tem nada. Está ótimo!”

A radiografia de tórax, definitivamente não é o melhor exame para avaliar a capacidade e a saúde dos pulmões dos fumantes. As características que demonstram através das imagens que os pulmões estão doentes demoram muitos anos para aparecer e quando presentes, por incrível que pareça, deixam o pulmão mais “bonito”, mais insulflado e escurecido dando a falsa impressão de que o pulmão está saudável!

Os pulmões que nunca entraram em contato com a fumaça do cigarro, em um raio-x normal, possuem uma curvatura com ângulos agudos no diafragma, espaço retrocardíaco de pequeno volume, vascularização proeminente e silhueta cardíaca  razoavelmente bem definida. Em alguns casos, especialmente em mulheres, a sombra das mamas podem confundir a analise das imagens, levando a considerar imagens  tidas  como patológicas onde estas,na realidade, não existem.

Como dito anteriormente, pulmões doentes ganham um aumento de volume provocado pelo acúmulo de ar,  nominando os possuidores deste achado,como portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica-DPOC.

Isto em linguagem radiológica chama-se  hipertransparência.Além disto,perde-se a sombra dos vasos, retifica-se o diafragma, aumentam-se os espaços intercostais e o espaço retrocardíac0.

A literatura médica denomina este conjunto de achados na Radiografia de tórax, como “Tórax em Tonel,” características marcantes que refletem o tórax e os pulmões dos pacientes acometidos pela já  referida Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica.

Sendo assim, a PULMÃO: S.A., com base no Consenso Brasileiro de DPOC , recomenda aos médicos que observem os sinais característicos desta doença e considerem sempre uma Prova de Função Pulmonar (Espirometria) com Prova Broncodilatadora, exame que demonstra o dano causado pelo tabaco ao parênquima pulmonar e  que consegue classificar a DPOC.

Espirometria - Spirometry

A importância da Espirometria reside no fato de ser considerada “O EXAME PADRÃO OURO” para o diagnóstico  do DPOC, permitindo orientar o médico no tratamento. E o primeiro passo do tratamento, segundo o estudo GOLD (Global Obstructive Lung Disease), caso o paciente fume, é cessar o tabagismo. Tratar precocemente o DPOC aumenta a qualidade de vida do paciente. Faz-se necessário então customizarmos o DPOC e procurarmos os pacientes  nos estádios iniciais da dença ( GOLD 1 e GOLD 2), objetivando o bem maior que é poupar vidas,  mas também diminuindo custos e internações desnecessárias no médio e longo prazos. Adotar uma logística para o DPOC é além de lógico,  é matemático!

Há também a possibilidade de avaliar o diagnóstico com aparelhos portáteis medidores do VF6,chamados de COPD 6, que podem oferecer exatidão e precocidade diagnóstica.

Como se pode constatar, há exames melhores e mais fidedignos para o diagnóstico da DPOC , além da radiografia de tórax .E estes devem ser realizados precocemente e  sempre que  possível.

Procure seu médico Pneumologista.Ele saberá orientá-lo e conduzir o seu diagnóstico e tratamento.

Fontes:

PULMÃO S.A- Sua Atmosfera, Sua Vida!

Concenso Brasileiro de DPOC( SBPT);

Estudo Platino;

American Thoracic Society Guidelines(ATS).

ENGLISH

COPD & Chest radiography: IMAGE IS NOT EVERYTHING

Generally in some specialty clinics, such as Pulmonology, cardiology we listening to reports of longtime smokers saying that in routine examinations they were praised with the following sentence: “Your lungs are clear, have nothing. You are great!”

Definitely the chest radiograph is not the best exam to assess the capacity and health of the smokers’ lungs.

The characteristics which show through the images that the lungs are sick take many years to appear and when present, oddly enough, they leave the lungs more “beautiful”, and blackened the lungs with more air inside, giving the false impression that the lungs are in a healthy state!

The lungs that never came into contact with cigarette smoke in a normal x-ray, have an acute-angled bend in the diaphragm, a retro-cardiac space of small volume, the cardiac silhouette and prominent vascular area reasonably well defined. In some cases, especially in women, the shadow of the breasts may confuse the analysis of the images, leading to consider images taken as pathological where they actually do not exist.

As we previously mentioned above: patients gain an increased lung volume caused by the accumulation of air, naming the owners of this finding, as patients with chronic obstructive pulmonary disease or COPD.

This language is called in a radiological name as hiperlucency. Beside this, you lose the shadow of the vessels, the diaphragm become rectified, and there are an increase in the intercostal spaces and also in the retro cardiac area.

Medical literature calls this series of findings on chest radiography, such as “Barrel Chest” the striking features that reflect the chest and lungs of patients affected by the aforementioned Chronic Obstructive Pulmonary Disease.

The PULMAOSA, based in the COPD Guidelines of Brazilian Thoracic Society (SBPT) and American Thoracic Society Guidelines (ATS) recommends to physicians that meet the characteristic signs of this disease and always consider a Proof of Pulmonary Function (Spirometry) with a bronchodilator test, an examination that demonstrates the harm caused by tobacco to lung parenchyma, which can classify COPD.
The Importance of Spirometry is the fact of being considered “the gold standard test for the diagnosis of COPD, enabling the physician to guide treatment. And the first step of treatment,according  the study GOLD (Global Obstructive Lung Disease),  if the patient smokes, is to cease smoking.

Promptly treat COPD increases the quality of life of the patient. It becomes necessary then customize and look for the COPD patients in the initial stages of Addiction (GOLD GOLD 1 and 2), to the greater good that is saving lives but also reducing costs and unnecessary hospitalizations in the medium and long term. Adopt logistics for COPD is beyond logic is mathematical!
There’s also a chance to evaluate the diagnosis with portable meters VF6, called COPD 6, that can offer accuracy and early diagnosis.

As can be seen, there is the best and most reliable tests for the diagnosis of COPD, beyond the chest radiography. And these should be performed early and whenever possible.

Look for your Pulmonology Physician. He knows how guide and drive your COPD diagnosis and treatment.

Sources:

PULMAOSA – Lungs: Your atmosphere, Your Life! ®

COPD Guidelines of Brazilian Thoracic Society;

Platinum Study;

American Thoracic Society (ATS).

A doença tem um nome: DPOC! – The disease has a name COPD!

7 de julho de 2009 Comentários desligados

RX DPOC

A doença tem um nome, DPOC: Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica!

(PULMAOSA) – A DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) é uma grave doença pulmonar que, ao longo do tempo, torna difícil o ato de respirar. É a quarta maior causa de morte nos Estados Unidos, e provoca perda da função respiratória que se traduz em dispnéia (falta de ar) grave.

As manifestações da DPOC se dão no longo prazo e aí está um grande problema, pois as pessoas demoram a perceber o risco que estão correndo. O número das pessoas com DPOC está aumentando no mundo todo principalmente na Ásia e nos países em desenvolvimento, como o Brasil e o restante dos BRICs (Brasil, Russia, India, e China),  e a sua causa mais comum é o tabagismo,quer seja ativo ou  passivo.

O Brasil enfrenta um outro problema que é causado pelo consumo crescente de cigarros contrabandeados a partir da tríplice fronteira (Brasil-Argentina- Paraguai). Dispomos hoje de 11 fábricas de cigarros no Brasil, e o Paraguai com uma população inferior a 2% a população brasileira, dispõe de 36 fábricas! Todo cigarro é danoso para a saúde humana, pois não há nível seguro de nicotina, que provoca dependencia quimica em seus usuarios. Os cigarros fabricados nas indústrias paraguaias ou provenientes da China, e que chegam via contrabando, sequer possuem filtro homologado pelo INMETRO para proteção. Portanto, um problema enorme de saúde pública e para a Segurança Nacional.
Mais de 12 milhões de pessoas estão atualmente com diagnóstico de DPOC e um adicional de 12 milhões têm a doença e nem sequer sabem disso. No Brasil estima-se que existam 7 milhões  com a doença, cerca de 1 milhão com diagnóstico, mas apenas 300 mil portadores possuem acesso a medicamentos.

Há ainda um outro problema: alguns portadores ainda desconhecem os riscos que estão sendo submetidos e colocam em risco suas vidas por uma causa totalmente evitável: O tabagismo!
Você pode ter ouvido falar em DPOC, a conhecer por outros nomes, tais como enfisem pulmonara ou bronquite crônica.

Em pessoas que têm DPOC, as vias aéreas, tubos que carregam ar entrando e saindo do seu pulmão são parcialmente bloqueadas, o que torna difícil fazer o ar circular principalmente de dentro para fora. Isso leva a um grande sofrimento ocasionando falta de ar grave e pode levar a insuficiência respiratória e incapacidade para realizar esforços mínimos e habituais como levantar, andar, e mesmo, respirar!
Caso você fume, pense em procurar um pneumologista ou um médico generalista para aconselhar-se e ter a sua disposição um tratamento para parar de fumar!
Você está colocando a sua vida e a de outras pessoas em risco. Pense nisto, faça o teste de dependência no site da PULMÃO S.A. e salvaguarde a Sua Atmosfera e a sua vida!

Fontes:

PULMÃO S.A.-Sua Atmosfera – Sua Vida!

DATASUS- BRASIL

OMS

ENGLISH

COPD XRay

The disease has a name, COPD: Chronic Obstructive Pulmonary Disease!

(PULMAOSA) – The COPD (Chronic Obstructive Pulmonary Disease) is a serious lung disease that over time makes it difficult to breathe. It is the fourth leading cause of death in the United States, and causes loss of respiratory function that results in serous dyspnea (shortness of breath).

The signs and symptoms of COPD are given in a long period of time, and it is a great problem because people are slow to realize the risk they are facing because of smoking cigarettes.

Unfortunately the number of people with COPD is increasing worldwide especially in Asia and in developing countries like Brazil and the rest of the BRICs (Brazil, Russia, India and China), and the most common cause is active smoking and secondhand smoking.

Brazil faces another problem that is caused by increased consumption of cigarettes smuggled from the tri-border area (Brazil-Argentina-Paraguay).

Today there are 11 cigarette factories in Brazil and Paraguay has 36 factories and a population of less than 2% the Brazil’s population!

Every cigarette is harmful to human health because there is no safe level of nicotine that causes addiction in its users. The cigarettes manufactured in industries from China and Paraguay arrive via smuggling in Brazil. These smuggling cigarettes do not have even an filter for protection approved by any Regulatory Agency. Therefore it causes a huge problem for public health and even for Brazil’s National Security.
More than 12 million people are currently diagnosed with COPD worldwide and an additional 12 million have the disease and not even know it.

In Brazil it is estimated that there are 7 million with the disease, about 1 million with  COPD diagnosis, but only 300,000 patients have access to medicines for treatment.

There is another problem: some patients are still unaware of the risks that are being submitted and endanger their lives for a cause entirely avoidable: Smoking!
Maybe,you may have heard about COPD, that is known by other names, such as pulmonary emphysema or chronic bronchitis.

 COPD Disease Mechanism:

In people who have COPD, the airways, the tubes that carry air in and out of your lungs are partially blocked, making it difficult to circulate the air mainly from the inside out. This leads to great suffering shortness of breath leading to severe and can lead to respiratory failure and inability to perform usual exertion such as lifting and walking, and even breathe!
If you smoke, consider seeking a pulmonologist or a general practitioner for advice and have at your disposal a treatment to quit smoking forever!
Remember that you’re putting your life and others at risk.

Think about it, test dependency PULMAOSA’s website and safeguard its atmosphere and life!

Sources:

PULMAOSA: Lungs, Your Atmosphere – Your Life! ®

DATASUS-BRAZIL

WHO

DPOC: Estou correndo risco? – COPD: Am I at risk?

29 de junho de 2009 Comentários desligados

RX DPOC - COPD X-RAY

DPOC: ESTOU CORRENDO RISCO?

Dia Mundial da DPOC - World COPD DAY

A maioria das pessoas que correm risco em desenvolver Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica ( DPOC ) nunca ouviu falar nesta sigla ou mesmo nas patologias que compreendem estas 4 letras.Portanto, a breve explanação que se segue tem o objetivo de orientar não apenas os leigos como colocar em evidência para todos os públicos das áreas de saúde a necessidade de reconhecer o mais breve possível pacientes que estão em risco de desenvolver DPOC.

Alguns dos fatores que colocam  você em risco deDPOC são:

1.Tabagismo:

DPOC mais frequentemente ocorre em pessoas com mais de 40 anos com uma história de tabagismo quer seja ativo ou passivo.Tabagismo é  a maior causa de DPOC e responde por 9 em cada 10 mortes relacionadas a DPOC.

2.Exposição ambiental:

DPOC também pode ser ocasionado em pessoas que estiveram  expostas a fatores que são irritantes para os pulmões como inalantes químicos, poeiras, exposição a fornos ou a fogões a lenha, e a poluição ambiental sem contar o próprio fumo passivo já mencionado acima.

3.Fatores Genéticos:

Em algumas situações menos comuns algumas pessoas desenvolvem DPOC a partir de uma deficiência genética denominada “deficiência de alfa 1 Antitripsina.Embora seja uma condição rara é importante que se conheça esta condição pois é uma forma de desenvolver DPOC que independe do tabagismo e da exposição a poluentes.

4. Mas o que é DPOC?

DPOC é uma sigla que significa Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica e tem duas formas de apresentação :

Broquite Crônica” e “Enfisema pulmonar.

É  uma doença grave que ao longo do tempo leva o seu portador a queda na função pulmonar e a grave insuficiência respiratória.Quando o DPOC é grave, graus 3 ou 4 na classificação funcional da doença (GOLD), leva a constantes sintomas como tosse crônica, sibilos ou chiados, e a dispnéia ou falta de ar até mesmo para as atividades usuais do dia a dia como:Andar, tomar banho, vestir-se ou escovar/pentear os cabelos.

E Lembre: DPOC inclui enfisema e bronquite crônica, e o risco para o seu desenvolvimento em pessoas com mais de 35 anos, supera a insuficiência cardíaca, bem como o do câncer de mama e de próstata

Segundo o Estudo de avaliação do DPOC nas Américas, PLATINO, a prevalência de tabagismo encontra-se  entre  24% em São Paulo até  39% em Santiago do Chile.

Este percentual foi maior nos homens que nas mulheres em todos os centros estudados. A grande maioria dos fumantes utiliza cigarro com filtro,e aqueles que o fazem sem filtro, como os cigarros de palha, constituem 6,5%.

Mas há dados neste estudo que chama a atenção para um fato: um percentual de indivíduos com DPOC nunca havia sido diagnosticado como portador de DPOC. Além disto, o mesmo projeto constatou a existência de um percentual elevado de subdiagnósticos ou diagnósticos incorretos!

Então se você tem mais de 40 anos, tosse cronicamente ou fuma procure um pneumologista para maiores esclarecimentos. Afinal você não quer e não deve correr riscos desnecessariamente, já que a DPOC se trata de uma doença evitável e que possui tratamento.

FONTES:

PULMÃO S.A.- Arquivos

Ministério da Saúde Brasil;

SBPT-Consenso Brasileiro de DPOC;

The Lancet, news release, Sept. 8, 2011

Estudo PLATINO- Projeto Latino-Americano de Investigação em Obstrução pulmonar- ALAT

OMS- Organização Mundial de Saúde.

ENGLISH

COPD: I am at risk?

Most people at risk to develop COPD have never heard this acronym or even in the diseases that include these 4 letters.

Therefore, a brief explanation that follows is intended to guide not only the patients, but also to highlight for all audiences in the health areas that need to recognize as soon as possible patients who are at risk of developing COPD.

ALVEOLOS PULMONARES NO DPOC- COPD LUNGS ALVEOLI

Some of the factors that put you at risk for COPD are:

1.Smoking:

COPD most often occurs in people over 40 years with a history of smoking either active or secondhand one. Smoking act is the major cause of COPD and accounts for 9 out of 10 deaths related to COPD.

2. Environmental Exposition:

COPD can also be caused in people who were exposed to factors that are irritating to the lungs as inhaled chemicals, dust, exposure to ovens or stoves, and environmental pollution not to mention the very smoke already mentioned above.

3.Genetic Factors:

In some less common situations some people develop COPD from a genetic defect called “deficiency of alpha 1 Antitripsin enzyme. It  is a rare condition but is important to know  as it is a way of developing COPD independent of smoking and exposure to pollutants.

But what is COPD?

COPD is an acronym that stands for Chronic Obstructive Pulmonary Disease and share in 2 forms of diseases: “Chronic Bronchitis” and “Lung Emphysema.”

It is therefore a serious disease that over time the wearer takes a fall in lung function and leads to a severe respiratory insufficiency.

When the  COPD is severe, receives a graduation 3 or 4 in the functional classification of the disease, leads to constant symptoms like chronic cough, wheezing or wheezing, and dyspnea, or shortness of breath, even for the usual activities of daily life such as: Floor , bathing, dressing or brushing / combing hair.

Remember: COPD includes emphysema and chronic bronchitis, and the overall risk for developing it surpasses that of heart failure as well as breast and prostate cancer

According to the Research in pulmonary obstructive study in Latin America, PLATINUM STUDY, smoking prevalence ranged from 24% in Sao Paulo up to 39% in Santiago Chile.

This percentage was higher in men than in women in all studied centers.The vast majority of smokers use cigarettes with filter, and those who smoke without filter, such as cigarettes straw, is 6.5%.

But there are some data in this study that calls attention to one fact: a percentage of individuals with COPD had never been diagnosed with COPD!

Moreover, the same project call attention that there was a high percentage of misdiagnoses!

So if you have more than 40 years, chronic cough or smoke find a pulmonologist  for further information. After all, you do not want and should not take risks unnecessarily, since COPD it is a preventable disease!

SOURCES:

PULMAOS.A. – Archives

Ministry of Health Brazil;

Brazilian Pulmonology Society- Brazilian Consensus on COPD;

The Lancet, news release, Sept. 8, 2011

PLATINUM STUDY-Latin American Project for Research in pulmonary obstruction disease-ALAT

WHO-World Health Organization

CategoriasDPOC / COPD, DR./MD., Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 35 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: