Archive

Archive for julho \31\UTC 2009

MPF/SP quer saber qual o critério para fornecer medicamento contra gripe H1N1

31 de julho de 2009 Comentários desligados

Procuradoria recebeu notícias de recusa da realização de exames laboratoriais e de fornecimento de medicamento indicado para os casos de possível infecção pelo vírus H1N1

O Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Jefferson Aparecido Dias, enviou ofício hoje, 31 de julho, ao Ministério da Saúde pedindo informações sobre os critérios adotados pelo órgão para o fornecimento ou não do medicamento adequado no caso de possível infecção pela gripe Influenza A H1N1. O MPF também quer saber quais as orientações repassadas para a realização ou não de exames laboratoriais.

O pedido de informações foi feito dentro do procedimento instaurado em 24 de julho pelo Procurador Regional dos Direitos do Cidadão Substituto, Carlos Roberto Diogo Garcia,  para investigar se os serviços públicos de saúde pública federal, estadual e municipal estão combatendo, prevenindo e controlando a epidemia causada pelo vírus da gripe H1N1.

A instauração do procedimento administrativo aconteceu depois da notícia de recusa a realização de exames laboratoriais e ao fornecimento de medicamento indicado para os casos de possível infecção pelo vírus H1N1, o remédio oseltamivir.

O objetivo do MPF é esclarecer uma aparente contradição existente no protocolo adotado pelo Ministério da Saúde, que orienta que apenas os pacientes com agravamento do estado de saúde nas primeiras 48 horas devem receber o medicamento, apesar de existir orientação de que tal medicamento, para ser mais eficiente, deve ser ministrado nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas.
O Ministério da Saúde tem dez dias, depois do recebimento do ofício, para responder aos questionamentos feitos pelo MPF.

Fonte:

PULMÃO S.A NEWS

Assessoria de Comunicação da Procuradoria da República no Estado de S. Paulo.

PULMÃO S.A. apóia Protocolo de Passo Fundo-RS

31 de julho de 2009 Comentários desligados

O Comitê Gestor da Gripe A em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, anunciou nesta quinta-feira (30/07) , que os hospitais do município irão quebrar o protocolo de atendimento do Ministério da Saúde e criarão suas próprias regras no combate à doença. Com as novas normas, os hospitais e postos de saúde do município onde já morreram sete pessoas deverão atender 24 horas e tratar os pacientes com Tamiflu assim que forem detectados os primeiros sintomas.

A PULMÃO S.A. vem desde a semana passada defendendo que o Ministério da Saúde adotasse a estratégia de tratar a TODOS os pacientes que apresentem sintomas concernentes com Gripe. A decisão foi defendida pelo nosso consultor Dr. Marcos Nascimento, há uma semana em editorial publicado no Blog do jornalista Luís Nassif.

” Após a circulação livre do vírus H1N1 no país, perdemos a pista epidemiológica, portanto faz-se necessário tratar a todos os pacientes pois o tratamento só é eficaz se for iniciado nas primeiras 48 horas do início da manifestação dos sintomas. É apenas nesta faixa exígua de tempo, que o antiviral consegue reduzir significativamente a incidência de gripe durante um surto na comunidade e evitar que advenham complicações” complementa o Dr. Marcos Nascimento.

A PULMÃO S.A apóia  portanto, a decisão do Hospital São Vicente de Paulo e do Comitê Gestor da Gripe A em Passo Fundo no Rio Grande do Sul.

Categorias:Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

O que Gestantes devem saber sobre H1N1 (gripe suína)- What Pregnant Women Should Know about H1N1 (swine flu)

30 de julho de 2009 Comentários desligados

O que gestantes devem saber sobre o H1N1(Gripe Suína):

1.E se eu pegar esse novo vírus e estou grávida?
Sabemos é que as mulheres grávidas têm mais probabilidades de ficar doente do que outros(as mulheres grávidas representam seis por cento de todas as mortes por gripe suína nos Estados Unidos)  e têm problemas mais sérios com a gripe sazonal. Estes problemas, na gripe sazonal ou comum, podem incluir trabalho de parto precoce ou uma  pneumonia grave. Não sabemos ainda se este vírus irá promover o mesmo, mas esta possibilidade deve ser levada muito a sério.

2.O que posso fazer para me proteger, proteger meu bebê e minha família?

Siga estes passos no dia a dia para ajudar a evitar a propagação de germes e proteger a sua saúde:

* Etiqueta da Tosse: Cubra o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir; Espirre na  manga da camisa ou blusa, na altura do braço ou cotovelo. Jogue o lenço no lixo comum depois de usá-lo.

* Lave as mãos freqüentemente com água e sabão, sempre que possível, especialmente depois de tossir ou espirrar.  Use álcool gel  na mão para assepsia, quando não dispuser de água e sabão.

* Evite tocar em seus olhos, nariz ou boca. Germes propagam-se desta forma.

* Tente evitar contato próximo com pessoas doentes. (Se você estiver grávida e você viver ou ter um estreito contato com alguém que tem gripe H1N1, fale com seu médico sobre os medicamentos para evitar a gripe. Evite fazer visitas em Hospitais, evite lugares com aglomeração de pessoas;
* Tenha um plano para cuidar de familiares doentes.

Lavar as mãos frequentemente irá ajudar a protegê-lo contra os vírus e outros germes:

Lavando com água e sabão :

* Lave as mãos tanto a palma quanto o dorso por aproximadamente 20 segundos, e enxague.É o suficiente!

Utilizando álcool à base de gel mãos limpas

* Não adicione água.
* Passe o gel em suas mãos até secar.Não seque com papel.

3.Quais são os sintomas do H1N1?

Os sintomas são semelhantes a gripe sazonal(comum) e incluem os seguintes:

* Febre alta;
* Tosse ;
* Dor de garganta;
* Dor muscular(mialgia);
* Cefaléia( dor de cabeça);
* Calafrios, fadiga ou falta de ar ;
* Às vezes, diarréia e vômitos.

4.O que devo fazer se eu ficar doente?

* Se houver H1N1 aviária na sua comunidade, preste mais atenção ao seu corpo e como você está se sentindo.
* Se você ficar doente com sintomas semelhantes a gripe, fique em casa, limite o contato com outras pessoas, e procure o seu médico. O seu médico irá decidir se um teste diagnóstico ou tratamento é necessário. Os testes podem incluir um swab nasal, que é  melhor  fazer nos primeiros 4-5 dias da doença. Como regular aviária, gripe aviária H1N1 pode descompensar outras comorbidades.

* Se você estiver sozinha, ter alguém com você  para monitorá-la caso você esteja se sentindo mal, é sempre uma boa idéia!
* Se você tem ou teve um contato íntimo com alguém que tenha  gripe H1N1  contate o seu médico para discutir se você precisa de tratamento para reduzir suas chances de contrair a gripe.

5.Quando devo procurar  o Serviço de Emergência ?

Caso você apresente algum destes sinais abaixo, procure imediatamente um Serviço de Emergência:

* Dificuldade em respirar ou falta de ar
* Dor ou pressão no peito ou abdomen
* Súbita tontura
* Confusão
* Graves ou vómitos persistentes
* Diminuição ou nenhum movimento do seu bebé
* Febre alta que não está respondendo aos anti termicos: Tylenol ® ou Novalgina ® por exemplo.

6.Devo  amamentar meu bebê?

A gripe pode ser muito grave nos bebês. Os  bebês que são amamentados não obtiver como doentes e estão doentes com menos freqüência a partir da gripe, do que os bebês que não são amamentadas.

A Amamentação protege o seu bebê. O leite materno passa  anticorpos da mãe para o bebê. E por sua vez, ajudam a combater infecções .


7.E  se eu estou doente, posso amamentar meu bebê ?

* O leite materno exerce  efeito protetor, como uma vacina, para proteger e  defender a criança contra doenças. Isto é realmente importante em bebês,pois seu sistema imunológico ainda está em formação.
* Não deixe de amamentar se estiver doente. Amamente normalmente muitas vezes durante o dia. Procure evitar as formulas ou leites em pó se você puder. Isto irá ajudar a proteger o seu bebê de infecções.
* Tenha cuidado para não tossir ou espirrar no rosto do bebê, procure lavar suas mãos freqüentemente com água e sabão.
* O seu médico poderá pedir-lhe para usar uma máscara para  evter uma nova  propagação do vírus para o seu bebê.
* Se você estiver demasiadamente doente para amamentar, utilize a  bomba de sucção e tenha alguém para ajudar a dar o leite ordenhado ao seu bebê.


8.Eu posso tomar medicamento para tratar ou prevenir gripe H1N1 durante amamentação?

Sim.Pode,quando houver indicção para isto.Procure seu médico ele saberá orientá-la e prescrever um antiviral,caso ache conveniente.Mas lembre: Mães que amamentam podem continuar a  amamentar seus bebês.

É importante registrar que a maior parte das gestantes que contraem o vírus influenza H1N1 sequer necessitam de internação hospitalar. Recuperam-se em casa.

O que acontece, de fato, é que, durante a gestação, para que o organismo materno não reconheça o bebê como um “corpo estranho”, há uma relativa diminuição da imunidade, e portanto, aumenta o risco de infecção pelo vírus da gripe sazonal e também pelo H1N1,Virús da gripe suína.Estar gestante é considerado alto risco.

Procure vacinar-se tanto para a gripe sazonal,quanto para a gripe suína.

Fontes:

PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera, Sua Vida!®

CDC USA.


ENGLISH

What Pregnant Women Should Know about H1N1 (swine flu)

 

1.What can happen if I get this new H1N1 virus and I’m pregnant?
We know that pregnant women are more likely to get sick than others (pregnant women account for six percent of all deaths due to swine influenza in the United States) and have more serious problems with seasonal influenza. These problems, in the seasonal flu or common, can include premature labor or a severe pneumonia. Do not know yet whether this virus will promote the same, but this possibility should be taken very seriously.

2.What can I do to protect myself, protect my baby and my family?

Follow these steps on a daily basis to help prevent the spread of germs and protect your health:

* Cough Etiquette: Cover your nose and mouth with a tissue when you sneeze or cough, sneeze into the sleeve of the shirt or blouse at the time of the arm or elbow. Throw the tissue in the trash after using it.

* Wash hands frequently with soap and water whenever possible, especially after coughing or sneezing. Use alcohol gel for hand cleansing, when it has no water and soap.

* Avoid touching your eyes, nose or mouth. Germs spread this way.

* Try to avoid close contact with sick people. (If you are pregnant and you live or have close contact with someone who has influenza H1N1, talk to your doctor about medicines to prevent influenza. Avoid making visits to hospitals, places to avoid crowded places;
* Have a plan to care for sick family members.

Wash your hands often will help protect you against viruses and other germs:

Washing with soap and water:

* Wash for 20 seconds.

Using alcohol-based gel to clean hands

* Do not add water.
* Apply gel in your hands until secar.Não dry with paper.

3.What are the symptoms of H1N1?

The symptoms are similar to seasonal flu (common) and include the following:

* High fever;
* Cough;
* Sore throat;
* Muscle pain (myalgia);
* Headache (headache);
* Chills, fatigue or shortness of breath;
* Sometimes, diarrhea and vomiting,

4.What should I do if I get sick?

* If H1N1 influenzais  in your community, pay more attention to your body and how you’re feeling.
* If you become ill with flu-like symptoms, stay home, limit contact with others, and call your doctor. Your doctor will decide if a diagnostic test or treatment is necessary. Tests may include a nasal swab, which is best done in the first 4-5 days of illness. As regular influenza, avian influenza H1N1 may decompensate other comorbidities.

* If you are alone at any time, have someone with you to track it if you’re feeling bad, is always a good idea!
* If you have or have had intimate contact with someone who has H1N1 avian contact your doctor to discuss whether you need treatment to reduce their chances of contracting the flu.

5.When should I call the Emergency Department?

If you have any of these signs down, immediately an Emergency Service:

* Difficulty breathing or shortness of breath
* Pain or pressure in the chest or abdomen
* Sudden dizziness
* Confusion
* Severe or persistent vomiting
* Decrease or no movement of your baby
* High fever that is not responding to anti termal medicines as Tylenol ® and painkillers.

6.Should I breastfeed my baby?

The flu can be very serious in babies. Babies who are breastfed do not get as sick and are sick less often from the flu, than babies who are not breastfed.

Breastfeeding protects your baby. Breastfeeding passes antibodies from mother to baby. And in turn, help fight infections.

7.And if I’m sick, I breastfeed my baby?

* Breast milk has a protective effect, as a vaccine to protect and defend the child against diseases. This is really important in infants because their immune system is still in training.
* Do not stop breastfeeding if you are sick.

*Breastfeed often many times during the day. Try to avoid the formulas or milk powder if you can. This will help protect your baby from infection.
* Be careful not to cough or sneeze in the face of the baby, look wash your hands often with soap and water.
* Your doctor may ask you to wear a mask to avoid a further spread of the virus to her baby.
* If you are too ill to breastfeed, use the suction pump and have someone to help give the expressed milk to your baby.

8. Can I take medicine to treat or prevent influenza H1N1 during breastfeeding?

*Yes, Mothers who are breastfeeding  may continue to breastfeed their babies.

It is important to note that most women who contracted the H1N1 influenza virus even require hospitalization. Recover at home. What happens, in fact, is that during pregnancy, so that the mother’s body does not recognize the baby as a “foreign body” is a relative decrease in immunity.

Sources:

PULMAOSA-“Lungs, Your atmosphere, your Life!®

CDC USA.

FRANÇAIS

 

 

 

 

Qu’est-ce chez les femmes enceintes devraient savoir sur H1N1 (grippe porcine)?

1.Et si je reçois ce virus H1N1 de nouveau et je suis enceinte?
Nous savons, c’est que les femmes enceintes sont plus susceptibles de tomber malades que les autres (les femmes enceintes représentent six pour cent de tous les décès dus à la grippe porcine aux États-Unis) et ont des problèmes plus sérieux avec la grippe saisonnière. Ces problèmes, à la grippe saisonnière ou communs, peuvent inclure l’accouchement prématuré ou d’une pneumonie sévère. Ne sait pas encore si ce virus favorisera le même, mais cette possibilité doit être prise très au sérieux.

2.Que puis-je faire pour me protéger, protéger mon bébé et ma famille?

Suivez ces étapes sur une base quotidienne pour aider à prévenir la propagation de germes et de protéger votre santé:

* Cough Etiquette: Couvrez-vous le nez et la bouche avec un mouchoir lorsque vous éternuez ou toussez, éternuez dans la manche de la chemise ou chemisette au moment du bras ou du coude. Jetez le mouchoir dans la poubelle après l’avoir utilisé.

* Lavez fréquemment vos mains avec du savon et l’eau chaque fois que possible, particulièrement après avoir toussé ou éternué. L’utilisation de gel d’alcool pour le lavage des mains, quand elle n’a pas d’eau et du savon.

* Évitez de vous toucher les yeux, le nez ou la bouche. Propagation des germes de cette façon.

* Essayez d’éviter tout contact rapproché avec des personnes malades. (Si vous êtes enceinte et vous vivent ou ont un contact étroit avec quelqu’un qui a H1N1 de la grippe, consultez votre médecin au sujet des médicaments pour prévenir la grippe. Évitez de faire des visites dans les hôpitaux, les endroits à éviter les endroits très fréquentés;
* Avoir un plan pour s’occuper des membres malades de la famille.

Lavez-vous les mains souvent aidera à vous protéger contre les virus et autres germes:

Laver avec du savon et l’eau:

* Laver pendant 20 secondes.

Utilisation de l’alcool à base de gel pour mains propres

* Ne pas ajouter d’eau.
* Appliquer le gel dans vos mains jusqu’à secar.Não sécher avec du papier.

3.Quels sont les symptômes du virus H1N1?

Les symptômes sont similaires à la grippe saisonnière (commun) et comprennent les suivants:

* Une forte fièvre > 38ºC;
* Toux;
* Maux de gorge;
* Douleurs musculaires (myalgies);
* Maux de tête (céphalées);
* Frissons, fatigue ou d’essoufflement;
* Parfois, la diarrhée et des vomissements,

4.Que dois-je faire si je tombe malade?

* Si l’influenza H1N1 dans votre communauté, accorder plus d’attention à votre corps et comment vous vous sentez.
* Si vous devenez malade ou pseudo-grippaux, les symptômes, rester à la maison, limitez vos contacts avec d’autres, et appelez votre médecin. Votre médecin décidera si un test de diagnostic ou un traitement est nécessaire. Tests mai inclure un prélèvement nasal, qui est le mieux fait dans les 4-5 premiers jours de maladie. Que la grippe ordinaire, la grippe aviaire H1N1 mai décompenser autres co-morbidités.

* Si vous êtes seul à tout moment, avoir quelqu’un avec vous pour la piste si vous vous sentez mal, est toujours une bonne idée!
* Si vous avez ou avez eu un contact intime avec quelqu’un qui a des contacts aviaire H1N1 votre médecin pour discuter de savoir si vous avez besoin d’un traitement pour réduire leur risque de contracter la grippe.

5.Quand devrais-je appeler le service des urgences?

Si vous avez un de ces signes en bas, tout de suite un service d’urgence:

* Difficulté à respirer ou essoufflement
* La douleur ou la pression dans la poitrine ou l’abdomen
* Étourdissements
* Confusion
* Graves ou persistants, vomissements
* Diminution ou pas de mouvement de votre bébé
* Une forte fièvre qui ne répond pas à  anti térmicos: Tylenol ® et analgésiques

6.Dois-je allaiter mon bébé?

La grippe peut être très grave chez les bébés. Les bébés qui sont nourris au sein ne reçoivent pas comme malades et sont moins souvent malades de la grippe, que les bébés qui ne sont pas nourris au sein.

L’allaitement maternel protège votre bébé. L’allaitement passe anticorps de la mère au bébé. Et à son tour, aider à combattre les infections.

7.Et si je suis malade, je allaiter mon bébé?

* Le lait maternel a un effet protecteur, comme un vaccin pour protéger et défendre les enfants contre les maladies. Ceci est très important chez les enfants parce que leur système immunitaire est encore en formation.
* Ne pas arrêter l’allaitement si vous êtes malade. Allaiter souvent plusieurs fois pendant la journée. Essayez d’éviter les formules ou de poudre de lait si vous le pouvez. Cela permettra de protéger votre bébé contre les infections.
* Veillez à ne pas tousser ou éternuer dans le visage de l’enfant, regardez vous laver souvent les mains avec du savon et l’eau.
* Votre médecin mai vous demander de porter un masque pour evter la propagation ultérieure du virus à son bébé.
* Si vous êtes trop malade pour allaiter, utilisez la pompe aspirante et avoir quelqu’un pour aider à donner du lait exprimée à votre bébé.

8.Je peux prendre des médicaments pour traiter ou prévenir la grippe H1N1 pendant l’allaitement?

Oui, Les mères qui allaitent mai continuer à allaiter leurs bébés!

Il est important de noter que la plupart des femmes qui ont contracté le virus H1N1 de la grippe même nécessiter une hospitalisation. Récupérer à la maison. Quoi qu’il arrive, en effet, est que durant la grossesse, de sorte que le corps de la mère ne reconnaît pas le bébé comme un «corps étranger» est une diminution relative de l’immunité.

Sources:

POUMON S.A- -Votre atmosphère, votre vie! ®

CDC USA.

Categorias:H1N1, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Pulmão: S.A.[ALERT] ->Influenza A / H1N1 – no Brasil – Epidemic

30 de julho de 2009 Comentários desligados
Categorias:Principal

Escolas Particulares Suspendem Aulas no Paraná

29 de julho de 2009 Comentários desligados

O Sinepe/PR (Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Paraná) anunciou nesta quarta-feira (29) a supensão das aulas no estado por causa da gripe A a partir desta quinta-feira(30).

A decisão foi acatada por todas as instituições de ensino e deve atingir 540 mil alunos. Dos 399 municípios do estado, apenas Maringá e Londrina, no Norte do estado, ainda não se pronunciaram, em função de manterem sindicatos separados.

De acordo com o SINEPE, a suspensão das aulas se estende até o fim da próxima semana (10/08) e pode ganhar um novo prazo, conforme a evolução da pandemia.

Para tanto,orienta que todas as instituições privadas de ensino suspendam as aulas imediatamente até o dia 10 de agosto e aguardem novas orientações.”

A PULMÃO S.A e seus consultores,Dr. Marcos Nascimento e Dr. Lúcio Rasera Neto exortam esta decisão e  orgulhamo-nos como partícipe da mesma, de maneira indireta ou diretamente através da recomendação explícita que fizemos há mais de 3 meses para algumas escolas e especialmente para as escolas de Curitiba-PR que acataram nossa recomendação através de consulta e sairam na vanguarda . Estamos cumprindo com  a nossa missão institucional de contribuir para a saúde de TODOS os brasileiros em geral e dos Paranaenses em particular.

A PULMÃO S.A. reforça a necessidade de manter as crianças e os adolescentes afastados de ambientes com aglomeração de pessoas.

Fontes:

SINEP – PR

PUMÃO S.A- Sua Atmosfera, Sua Vida!

CDC:Gestantes devem ser vacinadas para gripe

29 de julho de 2009 Comentários desligados

As gestantes deverão fazer parte do grupo aconselhado a receber  a vacina contra o novo vírus influenza H1N1, quando esta estiver disponível, disse uma autoridade sanitária dos Estados Unidos a um comitê consultivo de especialistas norte-americanos na quarta-feira(29).

A nova cepa apresenta um risco especial às grávidas e a vacinação protege também os recém-nascidos, disse o médico Anthony Fiore, do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, em uma reunião de consultores em vacinas do CDC.

A recomendação do CDC foi acatada por um Comitê Consultivo de Práticas de Imunização, formado por especialistas.

Fiore afirmou que o grupo de trabalho do CDC estipulou que 42 milhões de norte-americanos deverão ser vacinados em primeiro lugar – as grávidas, as pessoas com filho muito pequeno para receber a vacina, trabalhadores da área da saúde e crianças com problemas crônicos que os colocam sob risco maior para as complicações da gripe.

Cinco companhias estão fabricando a vacina contra o H1N1 no mercado norte-americano – a unidade MedImmune da AstraZeneca’s, GlaxoSmithKline Plc, Novartis AG e Sanofi-Aventis SA.Além de Companhia Australiana CSL Ltd,  e o Laboratório Sanofi Pasteur.

Fonte:

Agencias de Notícias Internacionais

Categorias:Principal Tags:, , ,

RECOMENDAÇÕES DO CURSO DE MEDICINA DA PUCPR :INFLUENZA A-H1N1

29 de julho de 2009 Comentários desligados

A Influenza A-H1N1 é uma doença grave de alta transmissibilidade e de letalidade ainda desconhecida. É um vírus bastante semelhante ao vírus responsável pela “Gripe Espanhola” que se apresentou com mais de 20.000.000 de mortes (1% da população mundial na época), no entanto este vírus atual parece apresentar um comportamento diferente e, portanto, ainda não se sabe a real virulência do mesmo. Segundo o Ministério da Saúde a sobrevivência dele nas superfícies é de até 72 horas.

O tempo de incubação da doença é de um a cinco dias e o de contágio se inicia até dois dias antes dos sintomas e se estende até sete dias após o inicio dos mesmos, no entanto em crianças a transmissão pode se estender até 14 dias e em paciente imunodeprimidos este período pode ir até 40 dias.

O diagnóstico laboratorial está sendo dificultado pelo grande volume de solicitações, assim sendo não temos a real e precisa dimensão do problema.

Sabemos que tem um tratamento limitado (TAMIFLU®) e ainda não dispomos de vacinas para a proteção preventiva para o controle da doença. O pior quadro clínico da gripe é o da Doença Respiratória Aguda Grave – DRAG quando os pacientes comumente apresentam uma hemorragia alveolar seguida de insuficiência respiratória que rapidamente pode levar ao óbito.

No momento nossa única proteção é a prevenção por meio da higiene pessoal, especialmente das mãos e da etiqueta da tosse, assim como os cuidados com os ambientes de convivência que devem ficar bem arejados. Não devemos esquecer o uso correto dos equipamentos de proteção individual.

Em reunião no CCBS, na manhã do dia 28 de junho de 2009 estiveram discutindo ações estratégicas necessárias a serem feitas e para respaldar decisões capitais do Curso de Medicina sobre o tema “Pandemia de Influenza A-H1N1” os profissionais: Prof. Dr. Emilton Lima Júnior – Diretor do Curso de Medicina PUCPR, Dr. André Sidney R. de Menezes – Médico Responsável pelo Departamento de Medicina Ocupacional da PUCPR, Profa. Dra. Célia Inês Burgardt – Infectologista responsável pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar da Santa Casa, Prof. Dr. Marcos Henrique Sant’ana do Nascimento – Pneumologista do HUC, Dra. Keity Daniela Oliveira Arias – Responsável Técnica do CMUM-Cajuru, Sr. Cesar Augusto Ferenc – Representante do Sistema Eureka/PUCPR e o aluno Carlos Eduardo Akira Fujisawa – Representante discente do Curso de Medicina da PUCPR. Após ampla e bem fundamentada discussão, por unanimidade ficaram estabelecidas as seguintes recomendações pelo grupo:

– Cuidados Pessoais:

    – Cuidados gerais de higiene: higienizar freqüente as mãos com água e sabonete ou friccionado álcool 70 % por 30 segundos, conforme rotina;

    – Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, utilizando lenço descartável. O lenço deve ser descartado em lixeiro e as mãos higienizadas;

    – Em ambientes de maior risco de contaminação utilizar máscaras do tipo cirúrgicas cobrindo a boca e o nariz, especialmente no atendimento direto ao público e aos pacientes, com a utilização das máscaras fica proibido o uso de barba, brincos grandes, piercings ou qualquer objeto que impeça a vedação adequada da mesma;

    – Os respiradores N95 ou PFF2 só deverão ser utilizados nas situações onde possa haver formação de aerossóis, como entubação endotraqueal, aspiração traqueal, etc;

    – Nas atividades de trabalho, usar uniforme adequado, manter cabelos presos, não utilizar adornos principalmente anéis que podem dificultar o uso da máscara e também da higiene das mãos.

– Cuidados Gerais:

    – Não permanecer em ambientes com aglomerações;

    – Manter sempre o ambiente bem ventilado com janelas e portas abertas;

    – Identificar se encontra-se em um grupo de risco (gestante, obeso mórbido, portador de doença crônica e/ou idade acima dos 65 anos) e assim intensificar os cuidados, até mesmo iniciar com ações específicas de prevenção para estes grupos;

    – Não compartilhar objetos de uso pessoal, bebidas e alimentos, sempre que possível utilizar material descartável;

    – Na dúvida sobre a adequada higienização não utilizar bebedouros públicos e alimentos e/ou bebidas em exposição (Buffet);

Grupo de Trabalho Influenza A-H1N1 – Medicina/CCBS/PUCPR

Categorias:Principal
%d blogueiros gostam disto: