Início > CONSENSOS -Artigos/ GUIDELINES- Articles, Pare de Fumar / Quit, Principal > Fumo Passivo? Não, Obrigado!® – SecondHand Smoking? No Thanks!®

Fumo Passivo? Não, Obrigado!® – SecondHand Smoking? No Thanks!®

19 de julho de 2009

Consumo de Tabaco Mundial - World tobacco Consumption

Fumo Passivo? Não, Obrigado!®

Você já deve, com certeza, ter ouvido a expressão “foi sem querer”, não ouviu? Pois é, sem querer na maioria das vezes significa que não houve intenção ou ofensa e pede-se desculpas logo após. Pergunto: alguém já pediu desculpas a você por fumar ao seu lado?
Mas espera aí, não vale dizer que sim justificando que a fumaça estava “apenas” incomodando. Só vale se for assim: Desculpe-me por estar poluindo este ambiente e fazê-lo (a) inalar 4500 substâncias tóxicas que podem causar e complicar centenas de doenças, “sem querer”, é claro!
O problema do tabagismo passivo (Poluição Tabágica Ambiental – PTA):

Definido como “a exposição involuntária de pessoas não-fumantes às substâncias produzidas pela combustão do tabaco em ambientes fechados…” O fumo passivo é uma mistura do fumo inalado e em seguida exalado a partir dos pulmões dos fumantes. Contem mais de 250 substâncias químicas responsáveis por serem cancerígenas e também por provocar Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica(DPOC), entre outras 52 doenças. Portanto, uma verdadeira mistura tóxica onde se inclui aldeídos, amônia, cianeto, benzeno, etc.
Lamentavelmente, não é fácil se livrar desta “sopa tóxica”, já que uma em cada cinco pessoas fuma.

Em resumo, as estatísticas mostram “ser esta a terceira causa de morte evitável nos países desenvolvidos, ficando apenas atrás do tabagismo ativo e do alcoolismo”.
Dados da OMS evidenciam que cerca de setecentos milhões de crianças estão expostas em suas casas, ou seja, uma em cada duas crianças são vítimas deste mal. Além do risco do desenvolvimento de qualquer doença respiratória assim como a piora dos seus respectivos sintomas pode haver piora do desempenho escolar. As crianças que respiram fumaça passivamente são mais propensas a sofrer de pneumonia,otites, bronquite, e outras doenças como distúrbios cognitivos e comportamentais e consequente aumento do risco de doenças cardiovasculares na idade adulta.

Não fume em sua casa ou no seu carro:

Os bebês cujas mães fumam enquanto estão grávidas ou que estão expostos ao fumo passivo correm maior risco para a Síndrome de Morte Súbita do Lactente (SMSL).Educadamente solicite para que as pessoas não fumem na sua casa ou no seu carro.

Faça Escolhas Certas

*Escolha um lugar para almoçar ou jantar e mesmo lojas ou “shopping center” que respeite a lei federal 9692, que proíbe o fumo em lugares públicos no Brasil e elogie os responsáveis pela medida.

*Procure orientar as pessoas que cuidam dos seus filhos,como professoras, babás ou parentes que não fumem na presença ou na proximidade deles.
Ajude, estimule ou encaminhe um fumante a um profissional de saúde para que receba orientações e tenha a possibilidade de iniciar um tratamento para parar de fumar.
*Pesquise a respeito do projeto lei para ajuste da “lei anti fumo” que se encontra parado no Senado Federal e solicite ao Senador(a) do seu Estado que vote a favor da restrição ao tabaco nos ambientes públicos.

Localize o seu (sua) Senador(a) e Envie uma carta ou e-mail para eles, cobrando um posicionamento a favor da saúde pública, através do link:
www.senado.gov.br/sf/senadores/senadores_atual.asp

Aos Fumantes:
Nunca fume perto de crianças, como bem sabemos, elas são mais suscetíveis aos perigos do fumo passivo.
Tente fumar apenas em áreas abertas, distante portanto da sua família ou de terceiros.
Evite os cigarros provenientes de contrabando, eles oferecem ainda mais perigos, pois não tem filtro homologado junto ao Inmetro.Não  incentive práticas ilegais!
Procure um Pneumologista ou profissional de saúde que possa orientá-lo (a), a parar de fumar!

Dê um presente a você mesmo.Recupere a sua liberdade, pare de fumar!

As evidências disponíveis sobre os efeitos nocivos a saúde do tabagismo ativo e pela exposição à PTA são a base científica para implementação das diretrizes aprovadas na Convenção-Quadro para o controle do Tabaco, como por exemplo, as políticas para garantir os ambientes livres de tabaco (ALT).

Os custos sociais e econômicos para tratar as doenças relacionadas ao tabaco são incomensuráveis. Segundo a Sociedade Americana de Atuárias (2005), o custo com cuidados médicos e com a morbimortalidade decorrente da exposição à PTA é de cerca de dez bilhões de dólares anuais, sendo a metade por custos indiretos, tais como absenteísmo e invalidez.

Posicione-se a favor da sua Saúde!Como diz o Slogan da  PULMÃO S.A: resguarde a Sua verdadeira Atmosfera, os pulmões!

Como você pôde constatar, parar de fumar é  uma causa que envolve a Saúde, mas também Responsabilidades Sócio- ambientais.

Parar de fumar envolve Respeito a si mesmo e aos outros. É portanto, uma questão de cidadania!

REFERÊNCIAS:
1. US Department of Health and Human Services. The health consequences of involuntary smoking. Report of the Surgeon General. Washington, DC, Public Health Service, 1986.
2. World Health Organization (WHO). Tobbaco Free Initiative.
3. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Assistência à Saúde. Instituto Nacional de Câncer – INCA, Falando sobre Tabagismo. 3ª edição, 1998.
4. MINISTERIO DA SAÚDE. Instituto Nacional de Câncer/Fundação Getúlio Vargas. Cigarro Brasileiro. Análises e Propostas para Redução do Consumo. Rio de Janeiro, 2000.
5. U.S Department of Health and Human Services. The Health Consequences of Involuntary Exposure to Tobacco Smoke. A Report of the Surgeon General, 2006. Children are Hurt by Secondhand Smoke Factsheet. January 4, 2007.

ENGLISH

Secondhand Smoking? No Thanks! ®

You must have surely have heard the expression “it was an accident,” Did you not heard?

Well, an accident in most cases means that there was no intention or offense and asked to apologize soon after. Wonder: has anyone apologized to you for smoking next to you?
But wait a moment! It’s not valid to say:- “yes, sorry by the smoke that was “just” troubling.

It would be valid only if:

-“Sorry for polluting this environment and do it with more than 4500 inhale toxic substances that can cause and complicate hundreds of diseases, “accidentally”, of course!

-The problem of passive or secondhand smoking (Smoking Environmental Pollution – SEP):
Defined as “the involuntary exposure of non-smokers to chemicals produced by combustion of tobacco indoors …” Secondhand smoke(SHS) is a mixture of smoke inhaled and then exhaled from the lungs of smokers. It contains more than 250 known chemicals that are responsible for cancer and also to cause Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD), among other 52 diseases. Therefore, a “true toxic soap mix” which recipe includes: aldehydes, ammonia, cyanide, benzene,methanol, etc…
Unfortunately, it is  not easy to get rid of this “toxic soup”, since one in five people smoke. In summary, the statistics show that this is the third leading cause of preventable death in developed countries. The secondly is the alcoholism and the first preventable death cause is: active smoking!

The World Health Organization(WHO) data show that about seven hundred million children are exposed in their homes, in other words,one in every two children are victims of this evil.

Besides the risk of developing any respiratory disease and the worsening of their symptoms.SHS may be also involved with diminished school performance. Children who breathe passive smoke are more likely to suffer from pneumonia, bronchitis, otitis, lung and other diseases such as behavioral and cognitive disorders and the consequent increased risk of cardiovascular disease in adulthood.

Please, do not smoke inside your home, inside your car or at children’s presence:

Babies whose mothers smoke while they are pregnant or who are exposed to secondhand smoke are at greater risk for the syndrome of Sudden Infant Death (SIDS). Politely ask that people not smoke in your home or your car!

Make BEST Choices:

Choose a place for lunch or dinner and even stores or shopping center “that respect federal law which prohibiting smoking in public places and compliment those responsible for respect the measure.”

Look for the help and comprehension of people who care for your children, as their teachers, babysitters, or relatives to not to smoke in the presence or proximity of them.
Support, encourage or refer a smoker to a health professional to receive guidance and be able to start treatment to quit smoking.

Recommend magazine articles and even the site of PULMAOSA to the smokers be illustrated about the dangers of tobacco.
Research the Law on the project to adjust the “law of smoke” that is stalled in the Federal Senate, in Brazil, and request to your state senator to vote in favor of restrictions on smoking in public places.

In Brazil, you can find your Senator and send a letter or e-mail to them via the following link:
www.senado.gov.br / sf / senators / senadores_atual.asp

Smokers
Please, never smoke around children, because as we know, they are more susceptible to the dangers of secondhand smoke.
Try to smoke only in open areas, so far from your family or others.
Avoid cigarettes from contraband, they offer even more dangerous because it has no filter approved by the Inmetro (Brazilian Institute of standard measures).Do not encourage illegal practices!
Find a pulmonologist or health care professional that can guide you to quit smoking!

The available evidence on the health effects of active smoking and exposure to SEP are the scientific basis for implementation of the guidelines adopted by the Framework Convention for Tobacco Control (FCTC), with policies to ensure the smoke-free environments (SFE).
The social and economic costs to treat smoking-related diseases are immeasurable. According to the American Society of actuarial (2005), the cost of medical care and the morbidity from exposure to SEP  is about ten billion dollars a year, half of indirect costs such as absenteeism and disability.

Position yourself for your health and as PULMAOSA slogan says, “safeguard  Your real Atmosphere:Your Lungs!
As you might perceive the cause is noble and is a question that involves Health, but also Social and Environmental Responsibilities.

Because Quitting smoking is primarily a matter of citizenship!


REFERENCES
1. U.S. Department of Health and Human Services. The health consequences of involuntary smoking. Report of the Surgeon General. Washington, Public Health Service, 1986.
2. World Health Organization (WHO). Tobbaco Free Initiative.
3. MINISTRY OF HEALTH OF BRAZIL. Assistance Secretary of Health National Cancer Institute – INCA, Talking about smoking. 3rd edition, 1998.
4. MINISTRY OF HEALTH.OF BRAZIL- National Cancer Institute / Fundação Getúlio Vargas. Brazilian cigarette. Analysis and Proposals for Reduction of Consumption. Rio de Janeiro, 2000.
5. U.S Department of Health and Human Services. The Health Consequences of Involuntary Exposure to Tobacco Smoke. The Report of the Surgeon General, 2006. Children are Hurt by Secondhand Smoke Factsheet. January 4, 2007.

Categorias:CONSENSOS -Artigos/ GUIDELINES- Articles, Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: