Início > Principal > PULMÃO S.A. Comemora o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto)

PULMÃO S.A. Comemora o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto)

28 de agosto de 2009

O dia 29 de Agosto é o dia Nacional  de combate ao fumo.Mais do que uma data festiva, a organização Mundial de Saúde(OMS), quer lembrar que o tabagismo é uma doença crônica gerada pela depêndência da Nicotina e deve ser tratada.Alguns números relevantes são os que se seguem abaixo:

45% das mortes por doença coronariana,como infarto do miocárdio;

85% das mortes por Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica(DPOC),como o enfisema pulmonar e a bronquite crônica;

25% das mortes por doenças cérebro-vascular,como os acidentes vasculares cerebrais,”os derrames.”

30 % das mortes por câncer,sendo 90% dos cânceres de pulmão, e mais de 90 % dos cânceres de cabeça e pescoço ocorrem em fumantes.

Este  é o maior problema de saúde pública mundial,segundo a Organização Mundial da Saúde(OMS).

A Nicotina é uma dependência quimica,por excelência.Isto cria a dificuldade das pessoas abandonarem o tabagismo.

Há portanto a necessidade de se criar medidas de esforço para que as pessoas se apercebam do risco,através de esclarecimentos via campanhas e via criação de leis para a proteção da saúde pública,como as leis recentemente sancionadas pelo Estado de São Paulo,Estado do Rio de Janeiro e a cidade de Curitiba no Paraná.

Mas há a necesidade de que se ofereça tratamento para os dependentes de derivados de tabaco/nicotina.

O tratamento é indicado para todas as pessoas que já tentaram parar de fumar e não conseguiram, ou que apresentem uma doença e ainda assim não querem deixar o vício. Essas situações demonstram que a pessoa tem um alto grau de dependência à nicotina e certamente vai precisar buscar ajuda.E a universalização destes tratamentos deve, na opinião da PULMÃO S.A. ser o próximo passo na contenção e diminuição desta pandepidemia, atuando como mais uma medida de salvaguarda da saúde pública.

É curioso ver preocupação por parte das pessoas com a qualidade de vida, em relação ao envelhecimento ou com  a saúde, mas paralelamente a isto, estão fumando…e o cigarro é justamente o principal fator do envelhecimento precoce e causador de doenças como as enumeradas acima.

Lutando contra o vício

Com a ajuda especializada, são empregadas estratégias que tornam mais fácil o tratamento, além do uso de medicamentos. Toda tentativa de parar de fumar deve vir precedida de uma decisão e um desejo. Se a pessoa não está interessada e busca o o tratamento apenas porque foi indicado por um médico ou por insistência da família, é feito um trabalho de motivação para que ela tenha determinação.

Depois, é necessário marcar a data do primeiro dia sem fumar. Na véspera, é importante se livrar de todos os objetos que lembrem o tabaco. Jogar fora cinzeiros, isqueiros e maços de cigarro. Esta passo é fundamental para que o indivíduo comece a construir no seu inconsciente a figura de uma nova pessoa, um não-fumante, com um comportamento diferente.Embuir-se de responsabilidade consigo mesmo.Afinal antes de mais nada a pessoa precisa mudar o paradigma, e precisa estar decidida e conciente de que o cigarro faz mal, e  querer se cuidar.

Alguns sintomas da síndrome de abstinência sempre surgem quando um paciente tenta abandonar uma droga. Esses podem ser minimizados com ações simples. A primeira delas é ocupar a boca. O fumante leva a mão a boca inúmeras vezes o dia inteiro. Uma orientação é que a pessoa beba líquidos,preferencialmente água ou mastigue cenouras em tiras diversas vezes.

Vida Mais Saudável

Uma das grandes preocupações é o risco de engordar,preocupação de todos os pacientes em tratamento para parar de fumar,sobretudo das mulheres.

Mas vale a pena explicar e esclarecer para o paciente que o cigarro é responsável,via ação vasoconstritiva da nicotina,pela minora o paladar e a fome,funcionando como anorexígeno.Quando a pessoa para de fumar, ela recupera o paladar e passa a ter mais apetite e pode comer mais.Entretanto, se a pesoa for bem orientada durante o tratamento e controlar a dieta ou ter os mesmos hábitos alimentares associado a exercícios,ela não engordará e terá uma vida muito mais saudável.

Praticar atividades físicas também é importante, pois ajuda a produzir um conjunto de substâncias chamadas endorfinas, que aliviam a ansiedade. Além disso, atividade física aumenta o gasto de energia, o que reduz o risco de ganho de peso quando deixa de fumar.

Durante o acompanhamento profissional também são ensinadas técnicas para se evitar recaídas. É importante que o paciente reconheça os fatores de risco, situações que significam grande vontade de fumar, como momentos de estresse agudo, ociosidade,hábitos condicionados como tomar um cafezinho. Outra coisa é evitar bebidas alcoólicas, porque o álcool reduz o juízo crítico e evitar bebidas ácidas ou com ph ácidos(bebidas gasosas),especialmente durante o tratamento.

Além da intervenção comportamental, os médicos hoje possuem um arsenal terapêutico para complementar o tratamento. São repositores de nicotina em forma de adesivos, gomas de mascar ou pastilhas, medicamentos que diminuem os sintomas de abstinência ( Bupropiona) e que agem nos neurotransmissores onde a nicotina atua,como a vareniclina. Com a evolução dos medicamentos, aumentou e muito a possibilidade de sucesso,pois ajudam os fumantes a interromperem e se absterem do hábito de fumar.

Mas vamos comemorar mais uma vez ! Hoje é dia de festa para as associações médicas como a de Pneumologia, Pediatria e a de Cardiologia,mas é uma vitória de todos os profissionais de saúde envolvidos nesta causa.

Nós da PULMÃO S.A.,tal qual propagamos em nosso slogan, saudamos estas datas como uma medida exemplar para a proteção da SUA ATMOSFERA ,SUA VIDA.

Conheça a programação do Dia Nacional de Combate ao Fumo acessando www.inca.gov.br/tabagismo.

FONTES:

PULMÃO S.A – Sua Atmosfera,Sua vida!

INCa- Institito Nacional de Câncer;

Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo;

OMS- Organização Mundial de Saúde;

%d blogueiros gostam disto: