Início > Principal > Tabagismo Passivo piora prognóstico de Pacientes Infartados

Tabagismo Passivo piora prognóstico de Pacientes Infartados

3 de setembro de 2009

Publicado na revista Heart deste mês, estudo mostra que as leis que proibem o tabagismo em locais públicos além de evitarem que pessoas saudáveis tornem-se doentes, mudam o prognóstico daqueles pacientes coronariopatas – ou seja – que sofreram Infarto Agudo do Miocárdio ou que sofrem de Insuficiência Coronariana.

O estudo foi conduzido ao longo de 23 meses e reuniu um grupo de 1261 doentes (que nunca fumaram) admitidos em 9 hospitais do Reino Unido sendo que 132 (10,5%) possuiam conjuge fumante.

Após a análise dos dados, os pesquisadores concluiram que há um risco relativo de 4,8 vezes a mais de mortalidade naqueles doentes que convivem com tabagistas após um evento cardiovascular.

Segundo o responsável pela pesquisa, dados como este reforçam a enorme importância de se BANIR o tabagismo em locais públicos em definitivo.

A equipe de profissionais da PULMÃO: S.A. reforça e apoia insistentemente as campanhas e a lei anti-fumo votada pelo governo pois com certeza absoluta este é um grande passo para que nossa população seja cada dia mais saudável!

Fonte: http://www.pulmaosa.com.br

Heart 2009;95:1377-1379,1415-1418.

Categorias:Principal
%d blogueiros gostam disto: