Início > Principal > Portugal Registra sua primeira morte por gripe A(H1N1)

Portugal Registra sua primeira morte por gripe A(H1N1)

26 de setembro de 2009

O primeiro caso de óbito em Portugal foi registrado no Porto, um homem de 41 anos pertencente a grupo de risco por ser portador de doença respiratória crônica e de ser transplantado renal. O paciente evoluiu com uma pneumonia secundária a síndrome gripal.

A PULMÃO S.A. alerta para o fato de que o pico da epidemia no hemisfério Norte se dará possivelmente entre 15 e 30 de outubro e que medidas de prevenção estão sendo adotadas por todo continente Europeu.Por determinação do CDC de Atlanta-USA, pacientes do grupo de risco deeriam estar vacinados para gripe comum(sazonal) e com a antipneumocócica.

BRASIL

Apesar de estarmos com o número de casos de H1N1 no Brasil em queda, ainda há ocorrência de casos no Brasil.O Estado de Goiás por exemplo comunicou em seu Boletim Epidemiológico de 25/09 que até o dia 22/09/09 foram notificados a Vigilância Epidemiológica Estadual 528 casos de Influenza A (H1N1). Destes, 139 (26,33%) foram confirmados laboratorialmente e estão distribuídos em 26 municípios goianos, 5 municípios de outros estados brasileiros e outro país, 169 (30,00%) casos foram descartados e 220 (41,67%) casos suspeitos ainda estão em investigação pela Vigilância Epidemiológica.Do total de casos confirmados, 81 (58,27%) foram hospitalizados.

Trinta e três óbitos foram confirmados até hoje. Os municípios com maior número de registros foram Goiânia com 10 óbitos, Aparecida de Goiânia com 07, Sanclerlândia e Anápolis com 02 cada uma, os demais municípios registraram 01 óbito cada, perfazendo um total de 16 municípios com óbito confirmados.

Ao avaliar os casos por semana de ocorrência, observa-se que o pico da doença ocorreu na semana epidemiológica 34 e dos óbitos na semana 35.

A faixa etária predominante dos casos confirmados foi a de 20-29 anos de idade, com 33,96% do total seguida da faixa etária de 10-19 anos com 26,41%, enquanto dos óbitos foi de 30-39 anos o que representa um percentual de 36,36% do total dos óbitos.

Há uma predominância dos casos no sexo feminino (56,60%), enquanto dos óbitos no sexo masculino (54,55%). Dentre os 75 casos do sexo feminino 15 (20,00%) são gestantes com registro de 01 óbito confirmado.

Leia Mais:

Japão distribuirá 60 milhões de doses da vacina da gripe A(H1N1).

Gripe A/ H1N1 no Paraná

Estados Unidos:Primeira Vacina Disponível contra H1N1 será em Spray


%d blogueiros gostam disto: