Início > Principal > PULMÃO S.A Alerta:Novo México registra maior mortalidade da gripe suína em índios-PULMAOSA’S Warning:New Mexico reports higher flu deaths in American Indians

PULMÃO S.A Alerta:Novo México registra maior mortalidade da gripe suína em índios-PULMAOSA’S Warning:New Mexico reports higher flu deaths in American Indians

3 de dezembro de 2009

PULMAOSA NEWS- Está ocorrendo registro de maior mortalidade da gripe suína entre os índios americanos no Novo México,numa taxa maior do que outros grupos étnicos, declara  um alto funcionário do Departamento de Estado da Saúde. Parte dos motivos pode estar relacionada a presença de comorbidades e ao fato de que  muitos índios têm de se deslocar para receber atendimento médico,além de ser uma população menos miscegenada.

Os índios representam 10 por cento da população do estado do Novo México, mas representam 20 por cento das mortes por gripe suína.
Há vários fatores que podem explicar esta  incongruência:Sabe-se que os índios americanos têm taxas mais elevadas de diabetes, no Novo México, e que isto pode contribuir em parte para o registro maior na taxa de mortalidade desta população.É de conhecimento também que os índios americanos têm maiores taxas de pobreza em relação a outros grupos populacionais. Todas estes fatos podem ser possíveis explicações.

A PULMÃO S.A. emite um alerta, pois estes fatos chamam a atenção para  populações eugênicas no Brasil como a população indígena,que possui características similares as supracitadas, e a população da região Sul do País, a mais atingida em termos de casos fatais. Estes dados Deveriam servir de alerta para políticas diferenciadas do Ministério da Saúde do Brasil,que deveria ter planos de contigência diferenciados para as diferentes regiões do país,tanto por causa de fatores sócio econômicos,quanto por causa das diferentes condições climáticas.

ENGLISH VERSION

PULMAOSA’S Warning:New Mexico reports higher flu deaths in American Indians

PULMAOSA NEWS- Swine flu is killing American Indians in New Mexico at a higher rate than other ethnic groups, and a top state Department of Health official says chronic disease and the distance many Indians have to travel to medical care could be part of the reason.

Indians make up 10 percent of New Mexico’s population, but 20 percent of the state’s swine flu deaths.

Part of the reason may be related to comorbidities and the fact that many Indians have to travel for medical treatment, besides being a population with less miscegenation.

There are several factors that may explain this inconsistency: It is known that American Indians have higher rates of diabetes in New Mexico, and this may partly contribute to the record most of the mortality rate of população.É knowledge also American Indians have higher rates of poverty compared to other population groups. All these facts can be possible explanations.

The PULMAOSA takes an warning because these facts point to eugenics populations in Brazil as the indigenous population, which has similar characteristics as mentioned above, and the population of Southern Brazil, the most affected in terms of fatalities. These data should serve as an alert to different policies of the Ministry of Health of Brazil, which should have different contingency plans for the various different regions of the country,  because both socio-economic factors, and  the different climatic conditions  of the five country’s region.

Source:

-PULMAOSA NEWS;

-New Mexico State Department of Health

%d blogueiros gostam disto: