Início > Pare de Fumar / Quit, Principal > Os Sinais de Fumaça do Cazaquistão! Kazakhstan’s Smoke Signals

Os Sinais de Fumaça do Cazaquistão! Kazakhstan’s Smoke Signals

21 de setembro de 2010

Os Sinais de Fumaça do Cazaquistão

(PULMAOSANEWS) Uma das formas de comunicação dos índios americanos era através de sinais de fumaça enviados ao ar e que indicavam notícias ruins ou más.

Em 2009 a Human Rights  Watch conduziu várias missões  investigativas  junto aos trabalhadores migrantes de fazendas de Tabaco no Kazaquistão,que resultou no Relatório Hellish.

Segundo A Human Rights Wacht, os sinais de fumaça provenientes destas plantações de tabaco indicam que o governo do Kasaquistão falha em proteger os trabalhadores migrantes de trabalhos abusivos.

Como única compradora de todo o tabaco produzido no Cazaquistão, a Phillip Morris International  tem também  responsabilidade sobre  os problemas dos direitos humanos resultantes das suas atividades comerciais e deveria resolvê-los.

Uma Comissão do Congresso Americano também concordou com estes sinais emitidos no relatório da Human Rights Watch e iniciou investigações a respeito da atuação da Phillip Morris naquele país, inclusive sobre a possibilidade de exploração de mão de obra infantil.

O Vídeo abaixo, em inglês, faz um breve relato da situação trabalhística no Casaquistão e reforça o pedido de alerta da PULMAO S.A. feito no artigo intitulado:A independência do Casaquistão ainda não aconteceu, aos ministros do Trabalho e da Justiça dos Países produtores de tabaco para exportação, como é o caso do Brasil.

ENGLISH

Kazakhstan’s Smoke Signals

(PULMAOSANEWS) One form of communication was by the Native American smoke signals sent to the air and that showed bad news or bad.

In 2009, Human Rights Watch conducted several investigative missions to migrant workers from the tobacco farms in Kazakhstan, which resulted in Hellish report.

According to Human Rights Wacht, the signs of smoke from these tobacco plants indicate that the Kazakhstan government’s failure to protect migrant workers from abusive work.

As the sole buyer of all tobacco produced in Kazakhstan, the Phillip Morris International also has responsibility for the human rights problems arising from their commercial activities and should solve them.

A Commission of  American Congress
also agreed with these signals in the report by Human Rights Watch and started investigations regarding the role of Phillip Morris in the country, including the possibility of exploitation of child labor.

The Video above, in English, gives a brief account of the situation in Kazakhstan workerist and strengthens the  PULMAOSA Warning made in the article titled: “The independence of Kazakhstan has not happened yet,” to the ministers of Labour and Justice of the producing countries tobacco for export, as is the case of Brazil and USA.

%d blogueiros gostam disto: