Arquivo

Archive for fevereiro \27\UTC 2011

ANVISA solicita seu apoio

27 de fevereiro de 2011 Comentários desligados

Agencia Nacional de Vigilância Sanitária

Até o dia 31 de março de 2011 a  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) estará recebendo contribuições para duas propostas diretamente ligadas à Saúde Pública e  que dizem respeito aos teores de alcatrão, nicotina e monóxido de carbono nos cigarros, e proíbe o uso de aditivos nos produtos derivados do tabaco ( Consulta Pública 112/2010) ; e  à Consulta Pública no. 117/2010, que regulamenta as advertências nos maços de cigarros e em materiais de propaganda de produtos derivados de tabaco, assim como regulamenta a exposição dos maços de cigarros nos locais de venda.

Do ponto de vista de saúde pública, não existe justificativa para permitir o uso de ingredientes nos produtos de tabaco que têm o objetivo de tornarem os produtos de tabaco atraentes. Ao mascarar o sabor desagradável e irritante da fumaça do tabaco,
facilita-se a experimentação e o consumo desse produto por crianças e adolescentes, tornando-os consumidores regulares sujeitos às doenças graves e incapacitantes causadas pelo tabagismo.
Em países como Estados Unidos, Canadá e Austrália, essa medida já está em vigor desde 2009.  Ao aderir a este grupo, o Brasil vai dar um passo a mais em termos de proteção da saúde pública e honrando com os compromissos assumidos na Convencao Quadro.

Contribuições

Você pode oferecer suas contribuições às Consultas Públicas 112 e 117 enviando-as por :

  • Por meio de carta para o endereço: Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Gerência de Produtos Derivados do Tabaco, Avenida Graça Aranha 206, 2º andar, Centro – Rio de Janeiro – RJ, CEP 20030-001
  • ou Fax 61-3462-6790

Mas lembre: Ambas propostas receberão sugestões até o dia 31 de março de 2011.

Veja também:

Pare de Fumar Você, pala sua Família ne até pelo seu Animal de Estimação

Fontes:

PULMAOSANEWS- PULMÃO S.A. – Sua Atmosfera, Sua Vida!

Economize, Viva Melhor & … Saudável!

18 de fevereiro de 2011 Comentários desligados

Economize, Viva Melhor & … Saudável!

Dos inúmeros dilemas enfrentados pela sociedade no século 21, as questões  a respeito do tabaco pode muito bem ocupar o o topo da lista de urgência, devido a escala e o potencial de devastação. E não só por causa dos problemas associados à saúde pública, mas também porque ele é responsável por gerar custos ambientais e econômicos.

Os cigarros são responsáveis por aproximadamente 443.000 mortes por ano nos Estados Unidos, o que equivale dizer que: uma em cada cinco óbitos nos Estados Unidos tem como causa o tabagismo.

As doenças crônicas causadas pelo tabagismo geram sobrecarga no sistema de saúde e impacta a economia devido a perda de recursos econômicos, uma vez que é responsável por ocasionar mais de 52 doenças além de perda de produtividade para as empresas. A carga econômica do uso do cigarro impacta o erário americano em mais de 193 bilhões de dólares anualmente em custos de saúde e perda de produtividade (1). No Brasil, o impacto chega a 9,6% dos custos do SUS.

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial de Saúde a principal causa evitável de morte (2).

A rede multi- nacional Wal-Mart é provavelmente o número um em venda de cigarros nos Estados Unidos  tanto no varejo quanto no atacado ( Sam’s Club). E está entre os maiores vendedores do produto também no Brasil.Desde 2009 a Wal-Mart mudou seu slogan para Economize e viva melhor. Mas, dado o supracitado, fica aqui a seguinte questão:

Será que não estaria na hora da empresa analisar a sua real necessidade de vender este produto? A resposta é um sonoro SIM!

Um sonoro “SIM,” oferecendo melhor saúde para todos os seus consumidores, contribuindo para dar exemplo;
Um sonoro “SIM” para minorar a incidência do câncer de pulmão, da DPOC, e 50 outras doenças;
Um retumbante “SIM” que estaria de acordo com o código de ética da própria a Wal-Mart;
Um sonoro “SIM” para continuar a estar entre as melhores empresas no ranking do Índice de Responsabilidade Social (IRS) da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), valorizando suas ações para seus investidores.
E finalmente, um sonoro e retumbante “SIM,” associando o “Economize: Viva melhor,” à Saúde, numa lição de Cidadania Corporativa.

Fontes:

* (1). CDC  USA

* (2). Organização Mundial da Saúde (OMS): Iniciativa Livre de Tabaco.

Save Money: Live Better &… Healthy!

13 de fevereiro de 2011 Comentários desligados

Save Money: Live Better

Save Money: Live Better & …Healthy!

Since 2009 the Wal-Mart has changed its slogan to Save Money: Live Better.
Of the countless dilemmas facing society in the 21st century, tobacco issues may well top the list for urgency, scale, and potential devastation. And not only because of health issues, but also because it is responsible by environmental and economic costs.

Cigarettes are responsible for approximately 443,000 deaths—one in every five deaths—each year in the United States. The chronic diseases caused by tobacco use lead the causes of death and disability in the United States and unnecessarily strain our health care system. The economic burden of cigarette use includes more than $193 billion annually in health care costs and loss of productivity.(1)

Given that tobacco smoking is considered by World Health Organization the number one preventable cause of death(2), and Wal-Mart is probably the number one cigarette selling retail in USA. Is it really appropriate to ask the Supermarket company should examine its necessity to sell this product? The answer, is a resounding YES!

An resounding yes to give example and offer a better health to all consumers;
An resounding YES to decrease LUNG cancer, COPD,Cardiac diseases & 50 other diseases;
An resounding yes to be according to Wal-Mart Code of Ethics;
An Resounding yes to be among the best ranking companies in Social Responsibility Index (SRI) of NYSE and feedback value to its investors.
And an resounding yes to associate “Save Money – Liver Better” with Health, in a lesson of Corporative Citizenship.

Sources:

* (1). CDC: Centers for Diseases Control and Prevention

* (2). World Health Organization (WHO): Tobbaco Free Iniciative.

%d blogueiros gostam disto: