Início > DR./MD., Principal > Quando Devo Realizar um RX de tórax após uma Pneumonia?

Quando Devo Realizar um RX de tórax após uma Pneumonia?

18 de setembro de 2011

Pneumonia + derrame pleural

Quando Devo Realizar um RX de tórax após uma Pneumonia?

 

Uma duvida recorrente para os médicos e mesmo para os pacientes é sobre  a necessidade ou não de ter uma radiografia de tórax após um episodio de pneumonia.

O diagnóstico de pneumonia adquirida na comunidade (PAC) se faz sobre um conjunto de sinais e sintomas, sendo imprescindível a existência de pródromos respiratórios como tosse, expectoração (escarro) e febre alta ( acima de 38ºC), podendo estar acompanhados de dor torácica e dispneia (falta de ar) e cansaço. Portanto, o diagnóstico de pneumonia é  sumariamente clínico.

Pode ocorrer pneumonia sem febre, entretanto estes casos são mais associados aos pacientes com algum nível de imunossupressão, como a Diabetes Mellitus , a insuficiência cardíaca, portadores de síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS), e em pacientes em tratamento de câncer.

A realização de um Rx de tórax se faz necessária no momento diagnóstico ao suspeitar-se de uma complicação, como um derrame pleural por exemplo, ou  quando a resposta ao tratamento escolhido não é satisfatória para a PAC.

Siga a @PulmaoSA no Twitter

 Mas e após a melhora clínica? Precisa-se de um novo RX de tórax para controle?  

 Os últimos dados da literatura medica publicados em Thorax 2009; 64(Suppl 3) sugerem que deva-se solicitar RX de tórax apenas para os pacientes com sintomas persistentes e para aqueles com risco para tumores ( especialmente pacientes tabagistas, portadores de doenças crônicas pulmonares*, e aqueles com mais de 50 anos de idade).

Lembre:

*Entre as principais doenças respiratórias crônicas estão os portadores de enfisema pulmonar e bronquite crônica ( DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Cronica), os portadores de asma brônquica e os portadores de sinusite e rinite crônica.

* Investigações adicionais que podem incluir a broncoscopia devem ser consideradas em pacientes com sinais e sintomas persistentes  após tratamento da PAC…

 

Fontes

PULMAOSANEWS: Pulmão S/A – Sua Atmosfera, Sua Vida! ®

Thorax 2009; 64( Suppl3)

SBPT – Sociedade Brasileira de Pneumologia & Tisiologia

%d blogueiros gostam disto: