Arquivo

Posts Tagged ‘Cigarro no Brasil’

Pare de fumar e diminua as viagens à Lua

18 de fevereiro de 2013 Comentários desligados

20130218-094802 AM.jpg

Pare de fumar e diminua as viagens à Lua.

O número de cigarros consumidos por dia no mundo atinge 15 bilhões por dia! Um número tão astronômico, que se colocarmos os cigarros lado a lado, a distância alcançaria o equivalente a 3.2 viagens a Lua!!!
Procure por ajuda profissional médica e pare de fumar. Sempre é tempo para parar de fumar, faça isso pela vida, faça isso por você!
Fontes:
@PulmaoSA

Cristo Redentor será iluminado de vermelho para marcar o dia mundial sem tabaco no Brasil

31 de maio de 2012 Comentários desligados

Cristo Redentor será iluminado de vermelho para marcar o dia mundial sem tabaco no Brasil

20120531-054057 PM.jpg

Fonte:
PulmaoSANews

Mobilize-se para garantir aprovação no Congresso do aumento dos Cigarros

7 de agosto de 2011 Comentários desligados

Mobilize-se em favor da Saúde Pública

Mobilize-se em favor da Saúde Pública

A Presidência da Republica enviou ao Congresso Nacional, nesta primeira semana de agosto, a medida provisória (MP) 540, que prevê a mudança no regime de tributação de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre cigarros, que entrara’ em vigor a partir de 1º de dezembro deste ano, e representará  um aumento da carga tributária para o setor, de 60% para 81%, para as empresas que optarem pelo regime geral. Por este regime, a alíquota de IPI será de 45% sobre o preço no varejo a partir de dezembro. A carga inclui ainda 11% de PIS e 25%, em média, de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), e estabelece um preço mínimo para o maço de cigarro vendido no Brasil.

Mas Lembre: Toda MP, editada pela Presidência da República, tem força de lei e vigência imediata, mas perde a eficácia se não for convertida em lei pelo Congresso em até 60 dias, prorrogáveis por mais 60.

Porém, as empresas terão a opção de aderir a um regime especial, que será definido por decreto, que é mais brando em termos de carga tributária. Só será possível saber se haverá aumento da carga tributária para as empresas em regime especial depois que as alíquotas forem definidas entre a Receita Federal e o Ministério da Fazenda. Não se sabe se haverá  aumento de carga tributária. Vai depender do ministro. A Receita só vai definir as alíquotas depois.

O aumento da carga de impostos para cigarro é imprescindível para que se desestimule o consumo e conteha a epidemia do tabagismo estando previsto na Convenção Quadro para o Controle do Tabaco, tratado internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS), assinado por 172 países, incluindo o Brasil, que se comprometeram a reduzir o consumo de cigarro e demais derivados do tabaco.

Você pode ajudar a acelerar este processo escrevendo ao seu Deputado Federal e ao Seu Senador da Republica via e-mail ou ligando gratuitamente para o 0800 do Alô Senado:

Alô Senado

Alô Senado

e-mail dos Deputados Federais

e-mail dos Senadores da República

Participe, além da sua saúde e da sua família está em jogo a saúde financeira do Tesouro Nacional, afinal tabagismo é uma doença evitável e que gasta cerca de 10% da verba do SUS. 

ADENDO (23/09/2011):

Está em discussão no governo a proposta de uma emenda à Medida Provisória 540 (que aumenta o IPI do cigarro) que beneficia a indústria do cigarro e impede a completa adoção de três importantes formas de combate à política antitabagista em discussão no País: o fim dos fumódromos, o fim da adição de produtos ao tabaco e alterações nos maços do cigarro.

O texto, negociado com o próprio Ministério da Saúde, foi enviado na semana de 20/09/2011 para análise do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Ministério da Agricultura. “Caso esta Emenda passe no Congresso Nacional, Isso vai significar uma ameaça à saúde pública,” alerta o Editor da PULMAOSA o Dr. Marcos Nascimento.

Procure ajuda do seu médico ou do Pneumologista e Pare de fumar!

Fontes:

PULMAOSA – Sua Atmosfera, Sua Vida!

INCa – Instituto Nacional do Câncer

TABACO diminui a longevidade nos USA- Tobacco decreases longevity in USA

30 de janeiro de 2011 Comentários desligados

Por favor, Não Fume!- Please, Do Not Smoking!

TABACO diminui a longevidade nos USA

(PULMAOSANEWS) – Washington –  A Longevidade não está aumentando tão rápido nos Estados Unidos como em outros países desenvolvidos, diz um novo relatório do Conselho de Pesquisas Nacionais ( NRC)- que aponta o dedo para as altas taxas de tabagismo e obesidade como os maiores responsáveis pelo fato.

Durante os últimos 25 anos, a expectativa de vida dos americanos aos 50 anos aumentou, porém, mais lentamente do que na maioria dos outros 21 países estudados, incluindo Japão e Austrália, observa o relatório do National Research Council (NRC), um braço da Academia Nacional de Ciências (NAS) dos EUA.

Para as mulheres, a expectativa de vida aos 50 anos é de  33,1 anos, enquanto ela é, em média, de  35,5 anos para as mulheres no Japão, Austrália, Suécia e Suíça. Já para os homens, os dados refletem uma diferença de 1 a 1,5 anos  em relação aos líderes em longevidade do planeta.

Estes números são o reflexo da quantidade de cigarros consumidos nos Estados Unidos nas décadas de 1950-1960, comenta o editor chefe da PULMÃO S.A ., O Dr. Marcos Nascimento.

Há Cinquenta anos os americanos fumavam mais do que os europeus e japoneses, e é esta diferença que está impactando negativamente a expectativa de vida hoje. Um efeito semelhante ao fumo é observado também na expectativa de vida reduzida na Dinamarca e na Holanda, segundo o relatório.

Os efeitos do tabagismo sobre a mortalidade podem levar até 30 anos para serem observados. Portanto, é possível que a expectativa de vida para homens nos EUA provavelmente  melhore nas próximas décadas, porque os homens têm fumado menos nos últimos 20 anos, acrescenta o relatório.

Como as mulheres começaram a fumar mais tarde do que homens, isto também irá refletir na curva da expectativa de vida delas durante as próximas décadas, podendo impactar negativamente. ( Veja Marketing da Indústria Tabagista).

TABAGISMO

O tabagismo é o candidato natural para explicar a divergência na expectativa de vida entre os países desenvolvidos porque constitui a principal causa de morte evitável nos Estados Unidos, sendo responsável por 440.000 óbitos por ano, de acordo com a American Heart Association, 2009.

Muito embora o câncer de pulmão constitua a causa mais lembrada em termos de mortalidade associada ao fumo, é preciso lembrar que o tabagismo é responsável segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 52 doenças incluindo vários outros tipos de cânceres ( como Leucemias, Bexiga, Estômago, etc), Doença Coronariana, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica ( DPOC)Veja a Fórmula Matemática do Tabagismo= DPOC+ Plus

CONCLUSÃO

O Tabagismo Ativo, passivo ou terciário é mortal. Por isso não fume! Caso seja fumante, procure ajuda médica para parar de fumar.

Fontes:

PULMAOSANEWS- PULMÃO S.A. – Sua Atmosfera, Sua Vida! ®

Explaining Divergent Levels of Longevity in High-Income Countries – THE NATIONAL ACADEMY PRESS

 

ENGLISH

 

Tobacco decreases longevity in USA

 

 

Tobacco decreases Elders' Longevity

The Longevity is not increasing as fast in the U.S. and in other developed countries, says a new report by the National Research Council (NRC) – which points the finger at the high rates of smoking and obesity as the most responsible for the fact.

During the past 25 years, the life expectancy of Americans increased to 50 years, but more slowly than in most other 21 countries surveyed, including Japan and Australia, says the report by the National Research Council (NRC), an arm of  US. National Academy of Sciences.

For U.S. women, life expectancy at age 50 is 33.1 years, while it is on average 35.5 years for women in Japan, Australia, Sweden and Switzerland. For men, the data reflect a difference of 1 to 1.5 years compared to leaders in the longevity of the planet.

These numbers are a reflection of the amount of cigarettes consumed in the United States in the decades from 1950-1960, says the editor in chief of PULMAOSA., Dr. Marcos Nascimento.

Fifty years ago Americans smoked more than the Europeans and Japanese, and it is this difference that is negatively impacting the life expectancy today. A similar effect is also seen in smoking reduced life expectancy in Denmark and the Netherlands, the report said.

The effects of smoking on mortality may take up to 30 years to be observed. Therefore, it is possible that the life expectancy for men in the U.S. will likely improve in the coming decades, because men have smoked at least the last 20 years, the report adds.

Since women started smoking later than men, this will also reflect on the curve of their life expectancy over the next decade. (See Marketing Tactiles from Tobacco Industry).

SMOKING

Smoking is the natural candidate to explain the discrepancy in life expectancy between the developed countries because it is the leading cause of preventable death in the United States, accounting for 440,000 deaths per year, according to the American Heart Association, 2009.

Although lung cancer constitutes the most remembered because in terms of mortality associated with smoking, we must remember that smoking is responsible according to the WHO (World Health Organization), 52 diseases including several other cancers (such as leukemia, bladder Stomach, etc.), Coronary Artery Disease, Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) – See Mathematical Formula Tobacco COPD = + Plus

CONCLUSION

Active smoking, secondhand smoking or tertiary smoking is deadly. So do not smoke! If you are a smoker, get medical help to stop smoking.

Sources:

PULMAOSANEWS-PULMAOSA – Your atmosphere, Your Life! ®

Explaining Divergent Levels of Longevity in High-Income Countries – THE NATIONAL ACADEMY PRESS

A Matemática do Tabagismo = DPOC + Plus -The Mathematics of Smoking = COPD + Plus

24 de maio de 2010 Comentários desligados

Tabagismo= DPOC + Plus * Smoking = COPD +Plus

A Matemática do Tabagismo = DPOC + Plus

Desde 2003 o Brasil é signatário de um tratado Internacional chamado Convenção- Quadro, que implica aos países que assinaram a Convenção a adotar políticas para o controle do tabaco e proteger as gerações presente e futura dos danos ambientais, econômicos e em saúde pública gerados pela exposição à fumaça ativa ou passiva do cigarro, ambas letais!

Tabagismo e Saúde

Os custos com o tabaco no Brasil, segundo estudo do Banco Mundial realizado levando em consideração as internações hospitalares associadas ao tabagismo ocorridas no SUS entre 1996 a 2005, giram em torno de Us$ 500 milhões de dólares.

Aproximadamente R$ 340 milhões ( Reais) é gasto apenas com internações para os casos de câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias atribuíveis ao tabagismo. Soma que equivale a quase 30% dos custos hospitalares totais do SUS para o tratamento dessas enfermidades.

Isto decorre do fato do tabagismo estar relacionado a tipos de patologias diferentes, gerando 52 códigos internacionais de doenças. Por isto o fumo leva a um número de óbitos de cerca de 200.000 pessoas por ano no Brasil, matando mais que a Malária, a Varíola e a AIDS juntas, segundo dados do  INCa e do Ministério da Saúde.

Recentemente o IBGE revelou que o número de fumantes no Brasil é de 24,6 milhões, e destes 81,3% (20 milhões), estão acima de 18 anos. E segundo o Datafolha há em relação ao cigarro uma opinião favorável ao aumento de impostos, com 63% da população acenando favoravelmente, e 88% concordam que impostos pagos pela indústria deveriam ir para o setor de saúde, podendo constituir uma solução para o não retorno da impopular CPMF, e ao mesmo tempo equilibrar o orçamento governamental.

Em relação aos tabagistas passivos, as leis antifumo implantadas no Brasil, constituíram um grande avanço, que precisa ser ratificado no Congresso Nacional através do ajuste ainda não complementado na lei federal nº 9.294/96, através do projeto lei  315/08 que objetiva repará-la, e que ainda permanece em trâmite.

Demais ajustes ainda são necessários como a proposição de se proibir venda de cigarros em perímetro escolares, tal qual uma maior vigilância para coibir a venda avulsa do produto, o que poderia em muito melhorar a proteção junto a crianças e adolescentes. Afinal, a nicotina comprovadamente é a droga que provoca mais mortes no mundo e é diretamente responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão, doença com prognóstico ruim e extremamente letal.

A maioria dos fumantes quer parar de fumar. Mas, é preciso que planos de saúde privados e o governo ofereçam acesso aos seus clientes ao tratamento do tabagismo, na sua integralidade, incorporando medicações indicadas pela literatura médica, que contemplem o tratamento da síndrome de abstinência e aumentem os índices de êxito, permitindo conforme avaliação médica o uso desde adesivos de nicotina isolados, ao uso de Bupropiona ou da Vareniclina isolados ou mesmo associados.

Esforço para a implantação junto ao Programa de Saúde de Família poderia ser benéfico, popularizando exames simples como a espirometria e atuando numa esfera maior atingindo crianças e jovens na prevenção e propiciando diminuição nos casos de câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias atribuíveis ao tabagismo.

Este ato em muito contribuiria para a conscientização e para o decréscimo da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que constitui a quarta maior causa de mortalidade mundial mundo.

Se fosse uma fórmula matemática poderíamos expressar o tabagismo da seguinte forma:

Tabagismo = DPOC + Plus

-Tabagismo é igual a Doença Pulmonar,Oncológica,Cardíaca Mais Pediátrica.

A proposição da PULMÃO S.A. é que um programa conjunto (DPOC+ Plus )   em relação ao tabagismo geraria benefícios claros para a Saúde Pública e também para a Economia Nacional.

A base do programa proposto está na sua fórmula matemática. Em outras palavras, as ações destinadas ao combate do tabagismo devem ser realizadas de maneira global, incorporando as interfaces Pulmonar, Oncológica, Cardíaca e também pediátrica.

O programa Nacional de Saúde de Família teria a missão de executar a ação governamental. Além dos programas  já implementados sobre Hipertensão e Diabetes seria desejável agregar uma interface pulmonar, em que a espirometria passasse a ter um status de exame de usual e que um programa para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), com foco não apenas preventivo, mas de tratamento, cujo fornecimento de medicamentos como B2 e Anticolinérgicos de curta e também de longa ação, associado a disponibilidade do corticóide inalatório deveria ser acessível aos portadores de broquite crônica e de enfisema pulmonar, as interfaces do DPOC. Um programa de treinamento muscular orientado por fisioterapeutas também agregaria valor pois diminuiria os custos com internações hospitalares e mesmo a taxa de mortalidade, resultando em maior qualidade de vida para os portadores de DPOC.

Uma face Oncológica e um Programa Pediátrico também seriam adicionados, incorporando a vacina Pneumocócica Pneumo23 e a nova vacina Prevenar13, já aprovada pelo CDC nos Estados Unidos.

Nós cercaríamos as causas do DPOC e combateríamos o tabagismo de uma forma global. Teríamos uma alocação melhor e economia de recursos advindos da diminuição do número de hospitalizações para todas estas doenças supracitadas e de brinde uma queda também no número de morbidade e mortalidade provocadas pelos pneumococos.

Este plano deveria ser incorporado na agenda não apenas da Organização Mundial de Saúde e dos Ministério da Saúde de todos os países, mas também no das empresas de seguro de saúde , e obrigatoriamente constar na agenda dos atuais candidatos a Presidente da República.

Ao discutirmos tabagismo nos deparamos com um  assunto de interesse tanto para a Saúde Pública quanto para a Segurança Nacional.

É, portanto um  projeto nobre que  envolve as causas ambiental, Sócio Econômica, Médica, e agora: Matemática!

Atenciosamente,

Dr. Marcos Nascimento, Md.

Editor Médico do site PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera, Sua vida!®

Professor Pneumologia PUCPR

FONTES:

  1. Chapman KR, Mannino DM, Soriano JB, et al. Epidemiology and costs of chronic obstructive pulmonary disease. Eur Respir J 2006;27:188-207. [Free Full Text]
  2. Lopez AD, Shibuya K, Rao C, et al. Chronic obstructive pulmonary disease: current burden and future projections. Eur Respir J 2006;27:397-412. [Free Full Text]
  3. Calverley PM, Walker P. Chronic obstructive pulmonary disease. Lancet 2003;362:1053-1061. [CrossRef][Web of Science][Medline]
  4. Anthonisen NR, Skeans MA, Wise RA, Manfreda J, Kanner RE, Connett JE. The effects of a smoking cessation intervention on 14.5-year mortality: a randomized clinical trial. Ann Intern Med 2005;142:233-239. [Free Full Text]
  5. Fabio Pitta, PhD, et All. Are paients with chronic obstructive pulmonary disease more active after pulmonary rehabilitation? Chest 2008;134;273-280; [ Free Full Text]
  6. Ministério da Justiça do Brasil;
  7. Ministério da Saúde do Brasil;
  8. INCa- Instituto Nacional do Câncer;
  9. Pesquisa Instituto Datafolha- ACT ( Aliança de controle do Tabagismo).

Veja outros Artigos da Série “Pare de fumar:”

ZOO LÓGICO? -Salvem a Atmosfera das nossas crianças

Cigarros são também prejudiciais a saúde financeira

Prezado Tiger Woods: Cigarro, Charuto ou Cachimbo são derivados de tabaco e todos são mortais, inclusive na estratégia de marketing

Video sobre DPOC-  DP o quê?

Fumar durante a gravidez = “Fogo amigo !”

ENGLISH


The Mathematics of Smoking = COPD + Plus

Since 2003 Brazil has signed an international treaty called the Framework Convention, which requires from countries that signed the Convention to adopt policies for tobacco control and protect present and future generations of environmental damage, economic and public health created by exposure of active or secondhand  smoking cigarette, both lethal!

Smoking and Health

The costs of tobacco in Brazil, according to a World Bank study carried out taking into account the hospitalizations associated with smoking that occurred in the Brazilian Public System (SUS) from 1996 to 2005, revolving around U.S. $ 500 million.

Approximately R$ 340 million (Reals) is spent only with hospital admissions for cancers, cardiovascular and respiratory diseases attributable to smoking. This sum is equivalent to nearly 30% of total hospital costs for health care to treat these diseases.

This follows from the fact that smoking be related to different types of pathologies, tobacco is relation with 52 different international codes of diseases. For this reason, smoke leads to a number of deaths of about 200,000 people per year in Brazil, killing more than malaria, smallpox and AIDS combined, according to the Brazilian National Cancer Institute (INCa) and the Ministry of Health of Brazil.

The Brazilian Statistics Institute (IBGE) recently revealed the number of smokers in Brazil is 24.6 million, of which 81.3% (20 million) are over 18 years. According to the the  Datafolha Statistics Institute, the Brazilians has expressed  an favorably opinion in relation to the cigarette tax increase, with 63% of the population waving favorably. Almost 88% agree that taxes paid by Tobacco industry should go to the health sector. This could provide a solution to the no return of “CPMF’s unpopular banned tax,” And while at the same time this solution could balance the government budget.

In relation to passive smokers, the anti-smoking laws implemented in Brazil, were a major breakthrough, which must be ratified by Brazilian National Congress through the adjustment has not supplemented the Federal Law No. 9.294/96, by a Law project number 315/08  that aims to repair it, and that remains in progress.

Other adjustments are still needed as the proposition to prohibit sale of cigarettes in school perimeter, such that greater vigilance to curb the sale of spare product, which could greatly improve protection among children and adolescents. After all, nicotine is proven that the drug causes more deaths worldwide and is directly responsible for 90% of cases of lung cancer, a disease with poor prognosis and extremely lethal.

Most Brazilian smokers want to quit smoking. But they need private health plans and government provide access to their clients to the treatment of smoking in its entirety, incorporating medications indicated by the medical literature, covering the treatment of withdrawal syndrome and increase the success rates, allowing assessed medical use since the Nicotine patch alone, the use of Bupropion or Varenicline isolated or associated.

Effort to deploy with the Family Health Program would be beneficial, popularizing simple tests such as spirometry and working in a larger sphere reaching children and youth either in prevention or providing reduction in cancers, cardiovascular and respiratory diseases attributable to smoking.

This act greatly contribute to the awareness and to decrease the Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD), which is the fourth leading cause of mortality worldwide.

Math smoking: Smoking = COPD + P

If it were a mathematical formula, it could express smoking as follows:

“ Smoking= COPD + Plus


In other words, Smoking-equals Cardiac, Oncology, Pulmonary Diseases plus Pediatric disease.

The proposition of PULMAOSA is the adoption of  COPD + Plus’ program in relation to smoking would produce clear benefits for Public Health and also for the Brazilian and also for other countries Economy.

The basis of the proposed program is in its mathematical formula. In other words, actions aimed at combating smoking should be conducted in a comprehensive way, incorporating interfaces Pulmonary, Oncology, Cardiac and also children’s aspects.

The Brazilian National Program for Family’s Health would have the task of government action. Besides the programs already implemented on hypertension and diabetes would be desirable to add an lung interface, where spirometry is given an upgrade status review becoming an usual exam for Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) diagnosis, focusing not only preventive, but treatment targets, whose supply of drugs such as B2 and Anticholinergics short and also long-acting, coupled with the availability of inhaled corticosteroids should be accessible to people with  chronic bronchitis and pulmonary emphysema, the COPD’s  interfaces.

The Paediatric  and Oncology interfaces would also be added, incorporating respiratories vaccines as new Pneumococcal vaccine Prevenar13, already approved by the CDC in the United States, and also Pneumo23.

We would enclose the causes of COPD( Chronic Obstructive Disease),  and would fight the tobacco in a comprehensive way. We would have a better allocation of resources from the economy and the decreased numbers of hospitalizations for all these diseases mentioned above with a detach to cardiologic ones, and also register a fall in the number of morbidity and mortality caused by pneumococcal diseases.

This plan should be incorporated in the agenda not only of the World Health Organization ( WHO) and Nations’ Ministry of Health, but by the weight and number of the involved diseases must appear in the agenda of the current candidates for President of this year’s election in Brazil.

When discussing smoking, we faced with subjects of interest to both the Public Health and for National Security.

It is therefore a noble project that involves Environmental, Socio Economic, Medical Causes. And Now: A Math One!

Sincerely,
Dr. Marcos Nascimento, Md.
Medical Editor of
PULMAOSA: Lungs, Your atmosphere, your life! ®
Pulmonology Professor at College of Medicine of PUCPR -Curitiba- Brazil

Categorias:DPOC / COPD, DR./MD., Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

MARINHA AMERICANA PROIBE FUMO EM SUBMARINOS-US. Navy Bans Smoking on Submarines

10 de abril de 2010 Comentários desligados

Marinha Proibe Fumo em Submarinos- US Navy Bans Smoking on Submarines

MARINHA AMERICANA PROIBE FUMO EM SUBMARINOS

A Marinha dos Estados Unidos anunciou oficialmente nesta quinta feira, 8 de abril de 2010, que adotará uma política antifumo para toda a sua frota de submarinos.

A política de restrição ao fumo passará a vigorar a partir de 31 de dezembro de 2010, e fora adotada com objetivos claros de proteção da armada aos tabagistas passivos e também aos ativos, tendo como base um estudo realizado em 2009,no qual fora detectado níveis inaceitáveis de concentração de monóxido de carbono no interior de nove submarinos avaliados.

A Marinha americana disponibilizará tratamento aos militares que desejarem além de fornecer medicamentos,se assim for necessário, consolidando uma prática bastante salutar no mercado de corporações, na opinião do consultor e editor médico da PULMÃO S.A., o Dr. Marcos Nascimento.”Esta prática além de estimular os funcionários tem mostrado índices de sucesso maiores, elevando assim a percentagem do êxito em parar de fumar e indubitavelmente exerce o melhor dos efeitos: A atitude exemplar!”Complementa o Dr. Marcos Nascimento.

A PULMÃO S.A. aplaude esta iniciativa pioneira da Marinha dos Estados Unidos e conclama que esta atitude seja seguida por outras instituições no mundo todo, afinal tanto o tabagismo ativo quanto o passivo são mortais.

Veja também:

Carta aberta ao C.E.O. da Disney(em inglês),endereçada pelo editor chefe da PULMAOSA, com o pedido de remoção dos fumódromos,para que crianças e os demais visitantes sejam protegidos em seus parques contra os malefícios do tabaco.

FONTE:

PULMAOSANEWS- PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera, Sua Vida!®

ENGLISH

US. Navy Bans Smoking on Submarines

On Thursday, April 8,2010, The US. Navy officially announced it will adopt a smokefree policy for its entire fleet of submarines.

The policy of restriction on smoking will be effective from December 31, 2010, and had been adopted with clear objectives to protect the military personnel from passive smoking dangers, based on a study conducted in 2009, which were detected levels of unacceptable concentration of carbon monoxide within nine submarines evaluated.

US NAVY BANS SMOKING ON SUBMARINES

The U.S. Navy will provide treatment in addition to the military that need to supply medicines, if necessary.

According Dr.Marcos Nascimento, medical consultant and chief- editor of PULMAOSA: “This practice is consolidating in the corporation. It has been responsible for raising the percentage of success in quitting smoking and undoubtedly has the best of best effect: The exemplary attitude!

PULMAOSA applauds this initiative in Air Forces pioneered by the U.S. Navy and claim that this attitude be followed by other institutions around the world, because both the active and the passive smoking are deadly.

See also:
Open Letter to Disney C.E.O. (in English), in order to protect children and their visitors in its parks, and which was addressed by PULMAOSA with the wishes of removal of smokehouses from all Disney Parks.

SOURCE:

PULMAOSANEWS-PULMAOSA- Lungs: Your Atmosphere,Your Life! ®


Categorias:Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comemore: Comissão do Senado Brasileiro aprova projeto de lei que bane fumo em lugares públicos-A Day to Celebrate in Brazil The Smoking Ban Project passed in Senate Commission

11 de março de 2010 Comentários desligados

Um dia para se comemorar no Brasil - A Day to Celebrate in Brazil

Comissão do Senado aprova projeto de lei que proíbe cigarro em recintos coletivos

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal finalmente aprovou hoje, dia 10 de março de 2010, o Projeto de Lei 315/08, de autoria do senador Tião Viana (PT-AC), que proíbe totalmente o uso de cigarros e demais produtos derivados do tabaco nos recintos coletivos, privados ou públicos, de todo o país.

A matéria já constou da pauta de votações do colegiado em dezembro de 2009, mas a polêmica em torno do assunto havia adiado sua votação. A relatora da matéria, senadora Marina Silva (PV-AC), apresentou voto favorável ao projeto, com emenda. O texto segue agora para a Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

A proibição do fumo no Brasil já está prevista na Lei 9.294/96, que admite, atualmente, o uso desses produtos “em área destinada exclusivamente a esse fim, devidamente isolada e com arejamento conveniente”, os chamados fumódromos. O PL 315/08 acaba com essas áreas, já cientificamente atestadas como ineficazes para proteger a saúde de fumantes e não-fumantes.

Com esta medida saudada com efusiva comemoração pela PULMÃO S.A.,  o  Brasil dá um passo fundamental em direção a real ratificação do compromisso assumido na Convenção Quadro,tratado Internacional assinado pelo País que visa implantar medidas adequadas para prevenir e reduzir o consumo de tabaco, a dependência da nicotina e a exposição à fumaça do tabaco.

O projeto vai para exame da Comissão de Assuntos Sociais(CAS), em decisão terminativa, e depois deverá ser enviada à Câmara dos Deputados. Se aprovada pelo Congresso, a norma entrará em vigor 180 dias após a publicação da lei.

A PULMÃO S.A. estimula os cidadãos brasileiros a escrever aos Senadores do seu estado e solicitar Leia também a opnião expressa da PULMÃO S.A em:  Carta Aberta ao Congresso Nacional

A lei federal precisa de ajuste para proteção da Saúde Pública.Tabagismo envolve a responsabilidade social de todos os cidadãos brasileiros,pois a fumaça tanto ativa quanto passiva do cigarro e dos derivados do tabaco são sabidamente mortais.Repasse o link desta notícia aos seus contatos e participe desta iniciativa!

A PULMÃO S.A apóia abertamente este projeto lei!

Por isso incetiva a participação de todos para que o Senado Federal aprove o mesmo.Ligue grátis para o Alô Senado: 0800 61 2212

Ou escreva um e-mail para o seu Senador:    E- mail dos Senadores

Fontes:

PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera,Sua Vida!®

INCA-Instituto Nacional de Câncer

ENGLISH

Brazilian Senate committee approves Project of law banning smoking in enclosed collective enviroment

The Committee on Constitution, Justice and Citizenship (CCJ) of the  Brazilian Senate finally adopted, on 10 March 2010, Bill 315/08, authored by Senator Tiao Viana (PT-AC), which does not permit the use cigarettes and other tobacco products in indoor collective, private or public, across the country.

The matter has consisted of the voting agenda of the college in December 2009, but the controversy surrounding the subject had delayed its vote.The text now goes to the Commission for Social Affairs (CAS).

The smoking ban in Brazil is already provided for in Law 9294/96, which admits, for instance, the use of these products “in an area designed exclusively for that purpose, properly insulated and with appropriate ventilation,” the so-called smoke areas. The PL 315/08 ends with these areas, has been scientifically certified as ineffective to protect the health of smokers and nonsmokers.

This measure greeted with effusive celebration by PULMAOSA because Brazil provides a key step toward ratification of real commitment in the Framework Convention, an international treaty signed by the country that seeks to implement measures to prevent and reduce tobacco use, dependence nicotine and exposure to tobacco smoke.

The project will take to the Commission for Social Affairs (CAS), a decision would end, and then be sent to the House of Representatives. If approved by Congress, the rule will come into force 180 days after the publication of the law.

The PULMAOSA stimulates Brazilian citizens to write to their state Senators and to support this project of law.

We also expressed the PULMAOSA official opinion in: Open Letter to Congress

Federal law requires adjustment to protect the Public health. Smoking Cessation involves social responsibility of all Brazilian citizens, because both active and passive smoking are deadly.

Please resend this link to your contacts and participate in this initiative! Get involved and collaborate to ratify the Law.

So, PULMAOSA ask  the participation of everyone to write to the Senators and ask to approve it. In Brazil,call free for “Hello Senate Phone”: 0800 61 2212

Or write an e-mail to your Senator: E-mail of Brazilian Senators

Sources:

PULMAOSA-LUNGS – Your Atmosphere, Your Life! ®

INCA-Brazilian National Cancer Institute

%d blogueiros gostam disto: