Arquivo

Posts Tagged ‘influenza’

CDC Recomenda Esquema de Vacinas para Adultos

15 de fevereiro de 2013 Comentários desligados

Vacinas recomedadas para adultos

Vacinas recomedadas para adultos

CDC recomenda calendário de imunização para adultos
O Comité Consultivo em Práticas de Imunização emitiu diretrizes atualizadas para a imunização de adultos. Os destaques incluem o seguinte:

  •      Vacina 13-valente conjugada pneumocócica (PCV13) é recomendada para adultos (idade ≥ 19) em estado imunocompetente ( além da vacina pneumocócica Pneumo-23, ou PPSV23);
  •     A PPSV23 deve ser administrada a idosos (idade, ≥ 65) e readministrado naqueles que receberam uma ou duas doses antes dos 65 anos, de 5 em 5 anos;
  •      Vacina tríplice: Tétano, difteria e coqueluche (dTpa) é recomendada para idosos (idade ≥ 65) e para as mulheres gestantes (com gestação entre 27-36 semanas) para ajudar a proteger os recém-nascidos.
  •      Vacina contra a gripe intranasal (LAIV) – disponível nos Estados Unidos para o inverno  2013-2014 provavelmente estará disponível apenas como uma vacina tetravalente (incluindo duas cepas de influenza A, H3N2 e H1N1, e duas cepas de influenza B), o que deve melhorar a cobertura, sendo um upgrade da vacina trivalente anterior.
  •      Pacientes que sofrem de urticária ou alergia a ovo devem receber a vacina de influenza (IIV), em vez de LAIV.  A vacina IIV  é a forma trivalente disponível em gera no Brasil para idosos acima de 60 anos (mas, alguns laboratórios podem dispor da apresentação quadrivalente para a temporada de 2013-2014).
  •      Vacina contra o papilomavírus humano bivalente (HPV2) ou vacina quadrivalente (HPV4) são recomendadas para as meninas e mulheres, e HPV4 é recomendada para meninos e homens.

Referências:

  1.      CDC -Centro de Controle de Doenças;
  2. @PulmaoSA – pulmões: A sua verdadeira atmosfera!

Casos de Gripe H1N1 no Paraná – Brasil em 2012

5 de junho de 2012 Comentários desligados

Vírus Influenza entre os cilios do brônquio

Casos de Gripe H1N1 no Paraná – Brasil em 2012

(@PulmaoSANEWS) Curitiba- A Secretaria de Saúde do Estado do Paraná informa que até o dia 5 de junho foram registrados 36 casos e uma morte por gripe A (H1N1) no Paraná em 2012.
A @PulmaoSA relembra que a melhor forma de proteger a sua família contra o vírus influenza é  estar vacinado contra a gripe, que é considerada  fundamental para a proteção dos grupos de riscos da gripe ( Asmáticos, gestantes, crianças menores de 2 anos, indígenas, idosos (com 60 anos ou mais), profissionais da área saúde e portadores de doença crônca como DPOC, insuficiência renal, insuficiência cardíaca etc.
De acordo com o Programa Estadual de Imunização 84% deste público-alvo já recebeu a dose da vacina.

Fontes:

@PulmaoSANEWS

SESA- Secretaria de Saúde do Estado do Paraná – Brasil

Why to be vaccinated against flu every year?

26 de abril de 2012 Comentários desligados

20120426-045756 PM.jpg

Why should you be vaccinated against flu every year

Because different influenza viruses circulate each year, the influenza vaccine’s composition changes annually to protect against the viruses expected to be most common.
For this reason, it is important to get the influenza vaccine annually.
Who should be vaccinated?
Main Group Risk to flu:
People with chronic diseases as asthma, COPD, diabetes mellitus, Cardiac heart failure, kidney failure, etc;
People in cancer treatment;
People with 60 year old or more;
Children ( < 2 years old);
Pregnant woman.
Health workers and Health students.
Aircrew;
Travelers.
Sources:
@PulmaoSA
WHO – World Health Organization

<a

Vírus da Gripe em Ação

16 de abril de 2012 Comentários desligados

Como você pode impedir o vírus influenza (marrom) de invadir os cílios (azul) das vias aéreas do pulmão? Com a vacina da gripe!

20120416-100008 PM.jpg

Flu virus in action

16 de abril de 2012 Comentários desligados

How do you stop the influenza virus (brown) invade the lung airway cilia (blue)? With flu vaccine!

20120416-094137 PM.jpg

Dicas para aumentar a sobrevida da DPOC

1 de novembro de 2011 Comentários desligados

16 de Novembro Dia Mundial da DPOC


Dicas para aumentar a sobrevida da DPOC

Marcos Nascimento, MD PUCPR

As medidas mais importantes para aumentar a sobrevida  da DPOC – (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), popularmente conhecida como bronquite crônica e Enfisema pulmonar – devem ser lembradas tanto por médicos, quanto pelos pacientes com o intuito de diminuir a mortalidade e a morbidade da DPOC. As duas
Aqui estão as dicas para aumentar a sobrevida DPOC:

  •      Parar de Fumar!
  •      Oxigenioterapia (O2) para os pacientes com DPOC com pO2 ≤ 55% ou pacientes com DPOC e Cor pulmonale e pO2 ≤ 59% (oximetria ≤ 88%) por pelo menos 18 horas por dia!
  •      Desaturar com o exercício;
  •      Vacinas:  Vacina contra a gripe anualmente e Vacina pneumocócica (Pneumo-23) a cada 5 anos.

Algumas outras recomendações para os Médicos:

Para pacientes que apresentam manifestações clínicas da DPOC avançada com obstrução confirmada pela espirometria:

  1. Promova a educação sobre a DPOC desde a primeira visita;
  2. Forneça informações sobre sinais e sintomas de exacerbação e da necessidade de iniciar tratamento precocemente;
  3. Parar de fumar é o elemento mais importante na gestão da doença e deve ser relembrado em cada visita até o paciente parar de fumar!
  4. Pacientes devem ser tratados com agonistas β2 de longa ação, de ultra Ação e agentes anticolinérgicos inalados ou corticosteróides inalados, ou seja, combine o tratamento em pacientes com DPOC grave!
  5.  Recomende o uso de  β2 de curta duração apenas para resgate!
  6. Mesmo se os sintomas não desaparecerem, o paciente deve continuar o tratamento porque comprovadamente há redução do risco de exacerbação grave com o uso contínuo dos medicamentos;
  7. Se o paciente tem SatO2 <88% –  Prescreva oxigênio pelo menos 18 horas por dia;
  8. Sempre explique como usar os inaladores;
  9. Lembre: Vacina contra a gripe todos os Outonos;
  10. Vacina Anti-pneumocócica de acordo com as recomendações;
  11. Considere: Reabilitação pulmonar;
  12. Avalie o fenótipo da DPOC e caso seja bronquite crônica com exacerbações frequentes considere um inibidor de Fosfodiesterase -4

Fontes:

PULMAOSANEWS

SBPT- Sociedade Brasilera de Pneumologia e Tisiologia

Atualização da Gripe no Mundo em outubro de 2011

21 de outubro de 2011 Comentários desligados

Gripe no Mundo em outubro de 2011

                   Atualização da Gripe em outubro de 2011

  

(PULMAOSANEWS) – De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS) a situação da gripe está sob controle, exceto por algumas áreas ativas como pode-se constatar abaixo:

Resumo da Situação Mundial:

Hemisfério Norte

• Atividade da Influenza (gripe) nas regiões temperadas do hemisfério norte continua a ser baixa ou indetectável.

EUA

Atividade da gripe nos Estados Unidos na semana passada, permaneceu em níveis baixos, com a maioria dos indicadores se mantendo bem abaixo dos limites de epidemia., informou nesta sexta-feira 21/10/2011, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Apenas 0,5% de amostras respiratórias foram positivos para influenza, e a porcentagem de visitas ao médico por causa da síndrome gripal foi de 1%.

Até o presente momento não houve mortes por gripe em crianças.

E a percentagem de mortes por gripe associada a pneumonia foi de 6,4%, estando abaixo do limiar da epidemia.

Está  ocorrendo registro de gripe esporádico em 18 estados, juntamente com o Distrito de Columbia, Guam, Porto Rico, e as Ilhas Virgens.

zona tropical

•  A atividade de Influenza da zona tropical está ativa em alguns países das Américas (Cuba, Honduras e El Salvador), África Central (Camarões), e Sul e Sudeste da Ásia (Bangladesh, Camboja, Tailândia, República Democrática Popular do Laos e Vietnam.

América do Sul e África do Sul

•  A transmissão na África do Sul e na América do Sul  permanece em baixa, indicando fim da temporada de outono-inverno no hemisfério sul.

Austrália e Nova Zelândia

•  A atividade de  Influenza atingiu o pico na Austrália e Nova Zelândia, embora haja variações regionais no calendário dos picos, sendo um indicativo de que a emporada ainda não terminou. A Austrália continua a registrar diferenças regionais no subtipo de vírus predominante.

A PULMAOSA lembra que a melhor maneira de proteger você e sua família contra a gripe é tomando a vacina antiinfluenza(Gripe sazonal 2011/2012).

Veja o localizador da gripe para saber onde você pode tomar a vacina  da gripe nos EUA

FONTES:

PulmaoSANews

OMS

%d blogueiros gostam disto: