Arquivo

Posts Tagged ‘Rx bronquite crônica’

Alguém já explicou porque você tem DPOC?

22 de fevereiro de 2012 Comentários desligados

Alguém já explicou porque você tem DPOC?

Apresentações classicas da DPOC: Enfisema pulmonar & bronquite crônica

Faça a seguinte experiência: Inspire o máximo que você puder, encha os pulmões de ar e prenda a respiração. Agora, Expire apenas um pouco, e logo depois prenda a respiração. A partir deste ponto ( ainda com os pulmões cheios de ar), volte a respirar, mas tendo como base este intervalo.

É exatamente deste jeito que um portador de DPOC respira com os pulmões cheios de ar, mas com uma capacidade de Expirar ( colocar o ar para fora) limitada.

Isso acontece porque a DPOC, sigla que significa Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica ( mais conhecida popularmente como enfisema pulmonar ou bronquite crônica), provoca uma inflamação nos brônquios do pulmão que obstruem a passagem do ar. Como o ar para sair do pulmão precisa ser “empurrado” por uma pressão positiva gerada pelos músculos, ele encontra dificuldade e fica aprisionado, leva a uma hiperinsuflação pulmonar, sendo um dos motivos para a falta de ar (oxigênio).

DPOC

A DPOC ainda é uma doença muito desconhecida pela maior parte da população, incluindo os seus portadores.

O perfil da pessoa com DPOC em geral é de uma pessoa fumante, com cerca de 40 anos e que apresenta como principais sintomas a tosse e a falta de ar.

Os tabagistas acham que a tosse é um produto que vem natural e “gratuitamente” com o cigarro e que um dia vai passar… Grande engano! A tosse não cessa, ao contrário,  tende a piorar e o tabagista acaba se acostumando achando mesmo que a tosse é normal!

 

Diagnóstico da DPOC

A grande maioria das pessoas que fumam pensam que por terem feito uma radiografia de tórax recentemente, e esta encontra-se com o laudo “normal.” Infelizmente a imagem não é tudo! A Radiografia de tórax pode ser normal e ainda assim o paciente pode apresentar DPOC.

O Exame que diagnostica DPOC é a espirometria ou prova de função pulmonar ( também conhecida popularmente como “teste do sopro”). A espirometria avalia dados da função pulmonar que podem indicar ser o fumante portador de DPOC.

 

Mas Lembre: Fumar provoca 52 doenças diferentes e uma delas é a DPOC!

 

Indústria Tabagista & DPOC

 Para a “felicidade” da Indústria de derivados de tabaco, como a de cigarros, os fumantes acham que podem parar de fumar a qualquer momento. Isto, para a enorme maioria da pessoas não acontece, por uma razão muito simples:

O CIGARRO CONTÉM NICOTINA UMA SUBSTÂNCIA QUE QUE VICIA, PROVOCA DEPENDÊNCIA QUIMICA E IMPEDE A PESSOA DE PARAR DE FUMAR!

Segundo o editor médico da PULMAOSA, O Dr. Marcos Nascimento, ” é por esta razão que parar de fumar sem acompanhamento médico é extremamente difícil: apenas 3 a 5 pessoas a cada 100 conseguem.” Por isto, a necessidade de procurar por ajuda psicológica e médica para iniciar um tratamento cognitivo comportamental, complementa o Dr. Nascimento. E caso seja necessário utilizar medicamentos para minorar a síndrome de abstinência – que é aquele desejo incoercível de voltar a fumar, há vários medicamentos que podem ser usados para este fim.  De tal forma que com acompanhamento, o tratamento do tabagismo terá maior chance de sucesso e você pode impedir a progressão da DPOC.

Como qualquer empresa comercial as industrias tabagistas desejam apenas LUCRO para poder remunerar os seus acionistas.  As indústrias tabagistas obviamente sabem que o cliente pode ficar doente! Aliás, é exatamente por saber que seus clientes ficarão doentes, e poderão morrer ou deixar de ser clientes, é que desenvolveram um Marketing extremamente focado nos jovens e nas mulheres para retroalimentar sua base de consumidores e por conseguinte continuar seu negócio lucrativo.

 Parar de Fumar e DPOC

Há um ditado chinês em que alguém pergunta quando é o melhor momento para se plantar uma árvore. E a resposta diz que o melhor momento foi há vinte anos. O segundo melhor momento é agora!

Portanto, assim é com o DPOC e o tabagismo: O Melhor, seria não fumar em momento algum, mas SEMPRE será um excelente momento para PARAR DE FUMAR. Sendo assim, procure a ajuda de um(a) pneumologista, ele(a) saberá informa-lo(a) sobre os malefícios do cigarro e conduzir o melhor tratamento para a DPOC, começando pelo parar de fumar!

Fontes:

Pulmão S/A: Sua Atmosfera, Sua Vida!®

OMS: Organização Mundial da Saúde

Anúncios

Dia Mundial da DPOC

13 de outubro de 2011 Comentários desligados

Dia Mundial da DPOC

                        Dia Mundial da DPOC

Dia Mundial da DPOC é um evento anual organizado pela Iniciativa Global para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (GOLD) para melhorar a sensibilização e cuidados da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) em todo o mundo. Dia Mundial da DPOC 2011 será realizado em 16 de novembro em torno do tema:

“Você tem falta de ar? Você pode ter DPOC! Pergunte ao seu médico sobre um teste de respiração simples chamado espirometria.”

Fonte:

PULMAOSANEWS

As Táticas de Marketing da Indústria Tabagista * Marketing tactics of tobacco industry

1 de outubro de 2010 Comentários desligados

Táticas de Marketing da Indústria tabagista

Desde os primórdios da descoberta do tabaco há menções associadas aos seus riscos a saúde como o decreto sobre o fumo do Rei da Inglaterra George em 1604, onde abordava que o tabaco provocava dor de cabeça e problemas de pulmão…

Com o consumo do tabaco sob a forma industrializada dos cigarros surgem ditos  populares como “Tosse de Fumante”  “Dedos de fumante” e nos Estados Unidos, no início do século XX, cigarros eram chamados de “pregos de caixão.”

Como então continuar no “negócio” e inclusive aumentar as vendas de um produto que literalmente mata os seus consumidores?

A fim de afastar “qualquer Risco” para o negócio, a Indústria tabagista, muito antes de existir as profissões de administrador de empresas e de profissionais de marketing, começa a fazer anúncios e a praticar o que hoje conhecemos como práticas de Marketing.

A indústria de cigarros inicia a resposta a pergunta acima, com a estratégia da contra propaganda ao associar seu produto acredite a… Saúde!

Para isso contrata radialistas (que em 1920 tinham projeção similar as estrelas de cinema, de séries de TV ou jogadores de futebol hoje), Esportistas, Atores de Hollywood,como John Wayne e Ginger Rogers.Nas décadas  de 1940 a 1960 incorpora profissionais com alto crédito na sociedade americana e mundial como enfermeiras, médicos, dentistas, cientistas e até astronautas para passar idoneidade as marcas de cigarros.

A Winston associa-se a estúdios de desenhos animados como podemos ver no vídeo abaixo dos Flinstones:

A tática de associar-se aos esportes é prática corrente também hoje em dia, vide os anúncios em corridas de Fórmula Indy e de Fórmula 1- sempre aliando imagens de juventude, frescor, desejos, superação e vitórias. Há pesquisas de mercado que indicam que produtos anunciados durante uma corrida da Nascar são os preferidos por 70% dos espectadores em detrimento de outros produtos com qualidade similar. As corridas de carros atraem uma gama enorme de audiência jovem, alvo preferencial das companhias de cigarros.

A mulher é outro foco preferencial como se pode observar nas refinadas propagandas dirigidas a este público – abordando liberdade, sucesso, independência financeira, beleza, poder de decisão. Há um direcionamento às mulheres do mundo inteiro fazendo analogias inclusive a marcas famosas de perfumes, como a propaganda do nº9. Até mesmo a reengenharia das embalagens que se tornam mais finas, com o objetivo de caber em qualquer bolsa feminina. Isto é confirmado pelos documentos da própria indústria que vieram a público durante os julgamentos do governo dos Estados Unidos versus as companhias de cigarros.

“Ao público feminino também é reservado às estratégias dos cigarros com alcatrão e nicotina reduzidos” e os cigarros com sabores os mais variados como cravo (Kreteks), canela, menta, baunilha, e chocolate. Cabe aqui um alerta, pois se trata mais uma vez de uma propaganda altamente enganosa, visto que nicotina provoca dependência química em qualquer concentração.

Nos países em que há leis de proteção a saúde pública com a proibição do fumo em áreas públicas, as companhias de cigarros se especializaram em práticas de marketing de guerrilha. Sendo assim, agem:

  • Em ambientes universitários convidando atores e personagens de mídia para palestras nos chamados “Diálogos Universitários.”
  • Patrocinando eventos desde concertos de rock na indonésia a encontros de DJ no Brasil;
  • Patrocinando e montando pontos de venda localizado nos caixas dos estabelecimentos, apresentando layouts cada vez mais coloridos com letras e palavras em inglês, e com designer e luminosidade altamente sofisticados. Isso tudo em meio a balas, doces e revistas destinadas ao público infanto-juvenil.

A exposição acima mostra que a indústria de cigarros se especializou sim em Marketing na administração e divulgação de seus produtos: O Marketing da propaganda enganosa. E para constatar isso não é preciso nem ler este texto. Como o ditado popular chinês apregoa: As imagens  falam!

FONTES:

PULMÃO S.A. – Sua Atmosfera, Sua vida!

Legacy Tobacco Documents Library – California University

PUCPR

INCA- Instituto Nacional do Câncer- Brasil

 

ENGLISH

 

Marketing tactics of tobacco industry

Since the early days of the discovery of tobacco there are entries associated with their health risks like smoking decree of King George of England in 1604, where he addressed that tobacco caused headaches and lung problems …

With tobacco consumption in the form of cigarettes come industrialized popular sayings as “smoker’s cough” smoker’s fingers “and the United States in the early twentieth century, cigarettes were called” coffin nails. ”

How then continue their “business” and even increase sales of a product that literally kills its consumers?

In order to remove “any risk” to their business, the tobacco industry, before there are professions of business administrator and marketing professionals begin to make announcements and to practice what we know today as Marketing practices.

The cigarette industry begins to answer the question above with the strategy of counter propaganda to associate their product to  …..Heath!

The Tobacco companies contract broadcasters in 1920 (who in 1920 had forecast similar to the Movie Stars from TV series or football players today).

Sportsmen, Hollywood actors, like John Wayne and Ginger Rogers.Nas decades from 1940 to 1960 incorporates a high professional credit in American society and world as nurses, doctors, dentists, scientists and even astronauts to pass fitness brands of cigarettes.

The Winston is associated with animation studios as we see in the video below the Flintstones as seen on the video.
The tactic of associating with sports is also common practice nowadays as seen in the Indy and Formula 1 ads – always combining images of youth, freshness, desires, victories and resilience. There is market research indicating that products advertised during a NASCAR race are preferred by 70% of viewers at the expense of other products with similar quality. Car racing attracts a huge young audience, prime target of cigarette companies.

The woman is another focus preferred as can be seen in exquisite advertisements targeted to that audience – addressing freedom, success, financial independence, beauty and discretion. There is a direction to women around the world making analogies including the famous brands of perfumes, as the propaganda of Camel 9. Even the reengineering of packaging that becomes thinner in order to fit into any handbag. This is confirmed by the industry’s own documents that became public during the trial the U.S. government versus the tobacco companies.

“When the female is also reserved to the strategies of cigarettes with low tar and nicotine” cigarettes with flavors and the most varied as carnation (kreteks), cinnamon, mint, vanilla and chocolate. It should be a warning, because it is once again a highly misleading propaganda, since nicotine is addictive chemical in any concentration.

In countries where there are laws to protect public health with the ban on smoking in public areas, the cigarette companies specialize in guerilla marketing practices. So act:

  • In university environments inviting actors and characters speaking to youth in so-called “Dialogues at University.”
  • Sponsoring events from Rock concerts in Indonesia to an DJ Meeting in Brazil;
  • Sponsoring and building Points of Sale located in boxes of establishments, with more colorful layouts with big letters and words in English also in countries whose English is not their mother language; and with designer and lighting highly sophisticated. This is all in the midst of candies, sweets and magazines targeted at children and youth.The exhibition Conference and the Flintstones’ video above show that the tobacco industry has specialized itself in marketing management and dissemination of their products: But, they have specialized in marketing hype. And to see this is not necessary even reading this text, because as the Chinese proverb proclaims: The images speak by themselves!
  • SOURCES:

    PULMAOSA –Lungs: Your atmosphere, your life! ® Legacy Tobacco Documents Library – California University
  • PUCPR Archives.
  • INCA- Brazilian National Cancer Institute.
Categorias:DR./MD., Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

A Matemática do Tabagismo = DPOC + Plus -The Mathematics of Smoking = COPD + Plus

24 de maio de 2010 Comentários desligados

Tabagismo= DPOC + Plus * Smoking = COPD +Plus

A Matemática do Tabagismo = DPOC + Plus

Desde 2003 o Brasil é signatário de um tratado Internacional chamado Convenção- Quadro, que implica aos países que assinaram a Convenção a adotar políticas para o controle do tabaco e proteger as gerações presente e futura dos danos ambientais, econômicos e em saúde pública gerados pela exposição à fumaça ativa ou passiva do cigarro, ambas letais!

Tabagismo e Saúde

Os custos com o tabaco no Brasil, segundo estudo do Banco Mundial realizado levando em consideração as internações hospitalares associadas ao tabagismo ocorridas no SUS entre 1996 a 2005, giram em torno de Us$ 500 milhões de dólares.

Aproximadamente R$ 340 milhões ( Reais) é gasto apenas com internações para os casos de câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias atribuíveis ao tabagismo. Soma que equivale a quase 30% dos custos hospitalares totais do SUS para o tratamento dessas enfermidades.

Isto decorre do fato do tabagismo estar relacionado a tipos de patologias diferentes, gerando 52 códigos internacionais de doenças. Por isto o fumo leva a um número de óbitos de cerca de 200.000 pessoas por ano no Brasil, matando mais que a Malária, a Varíola e a AIDS juntas, segundo dados do  INCa e do Ministério da Saúde.

Recentemente o IBGE revelou que o número de fumantes no Brasil é de 24,6 milhões, e destes 81,3% (20 milhões), estão acima de 18 anos. E segundo o Datafolha há em relação ao cigarro uma opinião favorável ao aumento de impostos, com 63% da população acenando favoravelmente, e 88% concordam que impostos pagos pela indústria deveriam ir para o setor de saúde, podendo constituir uma solução para o não retorno da impopular CPMF, e ao mesmo tempo equilibrar o orçamento governamental.

Em relação aos tabagistas passivos, as leis antifumo implantadas no Brasil, constituíram um grande avanço, que precisa ser ratificado no Congresso Nacional através do ajuste ainda não complementado na lei federal nº 9.294/96, através do projeto lei  315/08 que objetiva repará-la, e que ainda permanece em trâmite.

Demais ajustes ainda são necessários como a proposição de se proibir venda de cigarros em perímetro escolares, tal qual uma maior vigilância para coibir a venda avulsa do produto, o que poderia em muito melhorar a proteção junto a crianças e adolescentes. Afinal, a nicotina comprovadamente é a droga que provoca mais mortes no mundo e é diretamente responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão, doença com prognóstico ruim e extremamente letal.

A maioria dos fumantes quer parar de fumar. Mas, é preciso que planos de saúde privados e o governo ofereçam acesso aos seus clientes ao tratamento do tabagismo, na sua integralidade, incorporando medicações indicadas pela literatura médica, que contemplem o tratamento da síndrome de abstinência e aumentem os índices de êxito, permitindo conforme avaliação médica o uso desde adesivos de nicotina isolados, ao uso de Bupropiona ou da Vareniclina isolados ou mesmo associados.

Esforço para a implantação junto ao Programa de Saúde de Família poderia ser benéfico, popularizando exames simples como a espirometria e atuando numa esfera maior atingindo crianças e jovens na prevenção e propiciando diminuição nos casos de câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias atribuíveis ao tabagismo.

Este ato em muito contribuiria para a conscientização e para o decréscimo da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que constitui a quarta maior causa de mortalidade mundial mundo.

Se fosse uma fórmula matemática poderíamos expressar o tabagismo da seguinte forma:

Tabagismo = DPOC + Plus

-Tabagismo é igual a Doença Pulmonar,Oncológica,Cardíaca Mais Pediátrica.

A proposição da PULMÃO S.A. é que um programa conjunto (DPOC+ Plus )   em relação ao tabagismo geraria benefícios claros para a Saúde Pública e também para a Economia Nacional.

A base do programa proposto está na sua fórmula matemática. Em outras palavras, as ações destinadas ao combate do tabagismo devem ser realizadas de maneira global, incorporando as interfaces Pulmonar, Oncológica, Cardíaca e também pediátrica.

O programa Nacional de Saúde de Família teria a missão de executar a ação governamental. Além dos programas  já implementados sobre Hipertensão e Diabetes seria desejável agregar uma interface pulmonar, em que a espirometria passasse a ter um status de exame de usual e que um programa para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), com foco não apenas preventivo, mas de tratamento, cujo fornecimento de medicamentos como B2 e Anticolinérgicos de curta e também de longa ação, associado a disponibilidade do corticóide inalatório deveria ser acessível aos portadores de broquite crônica e de enfisema pulmonar, as interfaces do DPOC. Um programa de treinamento muscular orientado por fisioterapeutas também agregaria valor pois diminuiria os custos com internações hospitalares e mesmo a taxa de mortalidade, resultando em maior qualidade de vida para os portadores de DPOC.

Uma face Oncológica e um Programa Pediátrico também seriam adicionados, incorporando a vacina Pneumocócica Pneumo23 e a nova vacina Prevenar13, já aprovada pelo CDC nos Estados Unidos.

Nós cercaríamos as causas do DPOC e combateríamos o tabagismo de uma forma global. Teríamos uma alocação melhor e economia de recursos advindos da diminuição do número de hospitalizações para todas estas doenças supracitadas e de brinde uma queda também no número de morbidade e mortalidade provocadas pelos pneumococos.

Este plano deveria ser incorporado na agenda não apenas da Organização Mundial de Saúde e dos Ministério da Saúde de todos os países, mas também no das empresas de seguro de saúde , e obrigatoriamente constar na agenda dos atuais candidatos a Presidente da República.

Ao discutirmos tabagismo nos deparamos com um  assunto de interesse tanto para a Saúde Pública quanto para a Segurança Nacional.

É, portanto um  projeto nobre que  envolve as causas ambiental, Sócio Econômica, Médica, e agora: Matemática!

Atenciosamente,

Dr. Marcos Nascimento, Md.

Editor Médico do site PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera, Sua vida!®

Professor Pneumologia PUCPR

FONTES:

  1. Chapman KR, Mannino DM, Soriano JB, et al. Epidemiology and costs of chronic obstructive pulmonary disease. Eur Respir J 2006;27:188-207. [Free Full Text]
  2. Lopez AD, Shibuya K, Rao C, et al. Chronic obstructive pulmonary disease: current burden and future projections. Eur Respir J 2006;27:397-412. [Free Full Text]
  3. Calverley PM, Walker P. Chronic obstructive pulmonary disease. Lancet 2003;362:1053-1061. [CrossRef][Web of Science][Medline]
  4. Anthonisen NR, Skeans MA, Wise RA, Manfreda J, Kanner RE, Connett JE. The effects of a smoking cessation intervention on 14.5-year mortality: a randomized clinical trial. Ann Intern Med 2005;142:233-239. [Free Full Text]
  5. Fabio Pitta, PhD, et All. Are paients with chronic obstructive pulmonary disease more active after pulmonary rehabilitation? Chest 2008;134;273-280; [ Free Full Text]
  6. Ministério da Justiça do Brasil;
  7. Ministério da Saúde do Brasil;
  8. INCa- Instituto Nacional do Câncer;
  9. Pesquisa Instituto Datafolha- ACT ( Aliança de controle do Tabagismo).

Veja outros Artigos da Série “Pare de fumar:”

ZOO LÓGICO? -Salvem a Atmosfera das nossas crianças

Cigarros são também prejudiciais a saúde financeira

Prezado Tiger Woods: Cigarro, Charuto ou Cachimbo são derivados de tabaco e todos são mortais, inclusive na estratégia de marketing

Video sobre DPOC-  DP o quê?

Fumar durante a gravidez = “Fogo amigo !”

ENGLISH


The Mathematics of Smoking = COPD + Plus

Since 2003 Brazil has signed an international treaty called the Framework Convention, which requires from countries that signed the Convention to adopt policies for tobacco control and protect present and future generations of environmental damage, economic and public health created by exposure of active or secondhand  smoking cigarette, both lethal!

Smoking and Health

The costs of tobacco in Brazil, according to a World Bank study carried out taking into account the hospitalizations associated with smoking that occurred in the Brazilian Public System (SUS) from 1996 to 2005, revolving around U.S. $ 500 million.

Approximately R$ 340 million (Reals) is spent only with hospital admissions for cancers, cardiovascular and respiratory diseases attributable to smoking. This sum is equivalent to nearly 30% of total hospital costs for health care to treat these diseases.

This follows from the fact that smoking be related to different types of pathologies, tobacco is relation with 52 different international codes of diseases. For this reason, smoke leads to a number of deaths of about 200,000 people per year in Brazil, killing more than malaria, smallpox and AIDS combined, according to the Brazilian National Cancer Institute (INCa) and the Ministry of Health of Brazil.

The Brazilian Statistics Institute (IBGE) recently revealed the number of smokers in Brazil is 24.6 million, of which 81.3% (20 million) are over 18 years. According to the the  Datafolha Statistics Institute, the Brazilians has expressed  an favorably opinion in relation to the cigarette tax increase, with 63% of the population waving favorably. Almost 88% agree that taxes paid by Tobacco industry should go to the health sector. This could provide a solution to the no return of “CPMF’s unpopular banned tax,” And while at the same time this solution could balance the government budget.

In relation to passive smokers, the anti-smoking laws implemented in Brazil, were a major breakthrough, which must be ratified by Brazilian National Congress through the adjustment has not supplemented the Federal Law No. 9.294/96, by a Law project number 315/08  that aims to repair it, and that remains in progress.

Other adjustments are still needed as the proposition to prohibit sale of cigarettes in school perimeter, such that greater vigilance to curb the sale of spare product, which could greatly improve protection among children and adolescents. After all, nicotine is proven that the drug causes more deaths worldwide and is directly responsible for 90% of cases of lung cancer, a disease with poor prognosis and extremely lethal.

Most Brazilian smokers want to quit smoking. But they need private health plans and government provide access to their clients to the treatment of smoking in its entirety, incorporating medications indicated by the medical literature, covering the treatment of withdrawal syndrome and increase the success rates, allowing assessed medical use since the Nicotine patch alone, the use of Bupropion or Varenicline isolated or associated.

Effort to deploy with the Family Health Program would be beneficial, popularizing simple tests such as spirometry and working in a larger sphere reaching children and youth either in prevention or providing reduction in cancers, cardiovascular and respiratory diseases attributable to smoking.

This act greatly contribute to the awareness and to decrease the Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD), which is the fourth leading cause of mortality worldwide.

Math smoking: Smoking = COPD + P

If it were a mathematical formula, it could express smoking as follows:

“ Smoking= COPD + Plus


In other words, Smoking-equals Cardiac, Oncology, Pulmonary Diseases plus Pediatric disease.

The proposition of PULMAOSA is the adoption of  COPD + Plus’ program in relation to smoking would produce clear benefits for Public Health and also for the Brazilian and also for other countries Economy.

The basis of the proposed program is in its mathematical formula. In other words, actions aimed at combating smoking should be conducted in a comprehensive way, incorporating interfaces Pulmonary, Oncology, Cardiac and also children’s aspects.

The Brazilian National Program for Family’s Health would have the task of government action. Besides the programs already implemented on hypertension and diabetes would be desirable to add an lung interface, where spirometry is given an upgrade status review becoming an usual exam for Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) diagnosis, focusing not only preventive, but treatment targets, whose supply of drugs such as B2 and Anticholinergics short and also long-acting, coupled with the availability of inhaled corticosteroids should be accessible to people with  chronic bronchitis and pulmonary emphysema, the COPD’s  interfaces.

The Paediatric  and Oncology interfaces would also be added, incorporating respiratories vaccines as new Pneumococcal vaccine Prevenar13, already approved by the CDC in the United States, and also Pneumo23.

We would enclose the causes of COPD( Chronic Obstructive Disease),  and would fight the tobacco in a comprehensive way. We would have a better allocation of resources from the economy and the decreased numbers of hospitalizations for all these diseases mentioned above with a detach to cardiologic ones, and also register a fall in the number of morbidity and mortality caused by pneumococcal diseases.

This plan should be incorporated in the agenda not only of the World Health Organization ( WHO) and Nations’ Ministry of Health, but by the weight and number of the involved diseases must appear in the agenda of the current candidates for President of this year’s election in Brazil.

When discussing smoking, we faced with subjects of interest to both the Public Health and for National Security.

It is therefore a noble project that involves Environmental, Socio Economic, Medical Causes. And Now: A Math One!

Sincerely,
Dr. Marcos Nascimento, Md.
Medical Editor of
PULMAOSA: Lungs, Your atmosphere, your life! ®
Pulmonology Professor at College of Medicine of PUCPR -Curitiba- Brazil

Categorias:DPOC / COPD, DR./MD., Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

How can I keep my lungs healthy?

14 de abril de 2010 Comentários desligados

LUNGS

How can I keep my lungs healthy?

Your lungs perform an amazing job every day. Function as a large hydroelectric power supplier (read oxygen), for a country (for the whole body).
Healthy lungs provide large amounts of oxygen to the blood and this is what allows you to work, walk, run, play and live well. They also remove carbon dioxide and other gases that your body needs. There are many things you can do to keep your lungs healthy and free of disease:

1. If you smoke, seek help to stop. Today there are several forms of treatments available that will certainly help in this goal. See your doctor and he will be able to guide you.
But if you are a non-smoker, do not start! Smoking is theà       leading cause of serious lung diseases such as lung cancer and chronic obstructive pulmonary disease (COPD). The smoke from cigarettes, cigars and pipes contains over 4,000 harmful chemicals – and about 60 are known to known to cause cancer. The PULMAOSA points out that even if you have smoked for many years, it is never too late to stop and break free. Stop smoking, as well as possible, provides an immense sense of freedom as well as providing you reap the benefits for your health, to be smoke-free. Quitting smoking is not easy because smoking is an addiction. But it is a disease whose main difference is that there are resources available to deal with. A well directed, right drug, right, you can stop smoking in the 1st attempt.
But remember: Seek medical attention! Because without orientation greatly increases the chance of relapse.
2. Avoid smoke:
Secondhand smoke is a complex mixture of chemicals produced by burning tobacco. As active smoking, passive smoking can also cause disease and death. Two thirds of the smoke of a cigarette is not inhaled by the smoker, but spreads through the air around the smoker.
Here are some suggestions you can do to avoid secondhand smoke:

* Do not allow smoking in your home, car or at work.
* Support the restaurants, businesses, and places that are smoke-free.
* Make sure your children are not exposed to passive smoke in schools, nurseries or even with friends or relatives homes.

3.Secondhand smoking is deadly to you and also to your Pets:

If you are a smoker and love your dog, there is one VERY important thing you can do to save your animal’s life and yours too: quit smoking. A growing body of research – including the Surgeon General’s Report – shows there are no safe levels of exposure to secondhand smoke – for humans and for animals.

An estimated 50,000 Americans lose their lives to secondhand smoke (“SHS”) annually and 4 million youth (16 percent) are exposed to secondhand smoke in their homes. A number of studies have indicated that animals, too, face health risks when exposed to the toxins in secondhand smoke, from respiratory problems to allergies and even cancer.

Toxins in secondhand smoke can cause lung and nasal cancer in dogs and malignant lymphoma in cats, along with allergy and respiratory problems in other pets. One recent study shows that nearly 30 percent of pet owners live with at least one smoker – a number far too high given the consequences of exposure to SHS.

So, if you love your annimals and would like to protect them and yourself, look for Medical help and quit smoking!

4. Wash hands properly with soap and water regularly:
It is estimated that the hands are capable of commanding various germs (viruses such as  influenza H1N1, seasonal influenza, adenovirus, bacterias …) can be held responsible for a large percentage of common infectious respiratory diseases such as colds and flu. You can reduce the risk of getting sick, just practicing the act of washing hands. Therefore:

* Always wash your hands before meals, after going to the bathroom, before greeting people, especially children;
* Look to disclose this information at school and at work;
* Use alcohol hand sanitizer when you do not have access to soap and water.

5. Be aware of air pollution and do your part to keep the air clean:
Air pollution can cause health problems, especially for people who have lung diseases. Air pollution can irritate, inflame or destroy lung tissue. Even low levels of air pollution can cause health problems.
There are many things you can do to keep the air clean and healthy:

* Do not let your car engine on while standing and avoid the burning of fuel in enclosed areas, such as garages, or even open.
* Do not use unnecessary pesticides and other chemicals on your lawn and garden.
* Use, where possible, public transportation.
* Seek support laws and initiatives to improve air quality.
* Control moisture in your home: For example, use exhaust fans in bathrooms and kitchens to reduce the excess moisture from these sites, or just the windows abertas.Por other hand, in places whose relative to low, look no a wet towel inside the rooms to sleep. Ideally, try to maintain the relative humidity indoors between 40% and 50%.

* Control dust (especially if you are allergic to animal dander and dust mites) mites grow in mattresses, sofas and chairs with cushions. When possible, try to wash bedding in hot water (at least 54.5 ° C or 130 ° F) to kill dust mites. Keep carpets clean and dry.
* Make sure you are getting lots of fresh air and clean in your home. Open windows when cleaning or when performing painting.

6. Protect yourself from the danger to lung health at work:
People working in certain jobs such as construction and mining have a higher risk of lung diseases, including lung cancer, asthma and COPD. If you work in a place with much dust, asbestos, chemicals, please use Personal Protective Equipment (PPE).

SOURCES:
PULMÃO S. A. Lungs: Your atmosphere, Your Life! ®

Adapted from PHA-Canada

American Legacy Foudation

MARINHA AMERICANA PROIBE FUMO EM SUBMARINOS-US. Navy Bans Smoking on Submarines

10 de abril de 2010 Comentários desligados

Marinha Proibe Fumo em Submarinos- US Navy Bans Smoking on Submarines

MARINHA AMERICANA PROIBE FUMO EM SUBMARINOS

A Marinha dos Estados Unidos anunciou oficialmente nesta quinta feira, 8 de abril de 2010, que adotará uma política antifumo para toda a sua frota de submarinos.

A política de restrição ao fumo passará a vigorar a partir de 31 de dezembro de 2010, e fora adotada com objetivos claros de proteção da armada aos tabagistas passivos e também aos ativos, tendo como base um estudo realizado em 2009,no qual fora detectado níveis inaceitáveis de concentração de monóxido de carbono no interior de nove submarinos avaliados.

A Marinha americana disponibilizará tratamento aos militares que desejarem além de fornecer medicamentos,se assim for necessário, consolidando uma prática bastante salutar no mercado de corporações, na opinião do consultor e editor médico da PULMÃO S.A., o Dr. Marcos Nascimento.”Esta prática além de estimular os funcionários tem mostrado índices de sucesso maiores, elevando assim a percentagem do êxito em parar de fumar e indubitavelmente exerce o melhor dos efeitos: A atitude exemplar!”Complementa o Dr. Marcos Nascimento.

A PULMÃO S.A. aplaude esta iniciativa pioneira da Marinha dos Estados Unidos e conclama que esta atitude seja seguida por outras instituições no mundo todo, afinal tanto o tabagismo ativo quanto o passivo são mortais.

Veja também:

Carta aberta ao C.E.O. da Disney(em inglês),endereçada pelo editor chefe da PULMAOSA, com o pedido de remoção dos fumódromos,para que crianças e os demais visitantes sejam protegidos em seus parques contra os malefícios do tabaco.

FONTE:

PULMAOSANEWS- PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera, Sua Vida!®

ENGLISH

US. Navy Bans Smoking on Submarines

On Thursday, April 8,2010, The US. Navy officially announced it will adopt a smokefree policy for its entire fleet of submarines.

The policy of restriction on smoking will be effective from December 31, 2010, and had been adopted with clear objectives to protect the military personnel from passive smoking dangers, based on a study conducted in 2009, which were detected levels of unacceptable concentration of carbon monoxide within nine submarines evaluated.

US NAVY BANS SMOKING ON SUBMARINES

The U.S. Navy will provide treatment in addition to the military that need to supply medicines, if necessary.

According Dr.Marcos Nascimento, medical consultant and chief- editor of PULMAOSA: “This practice is consolidating in the corporation. It has been responsible for raising the percentage of success in quitting smoking and undoubtedly has the best of best effect: The exemplary attitude!

PULMAOSA applauds this initiative in Air Forces pioneered by the U.S. Navy and claim that this attitude be followed by other institutions around the world, because both the active and the passive smoking are deadly.

See also:
Open Letter to Disney C.E.O. (in English), in order to protect children and their visitors in its parks, and which was addressed by PULMAOSA with the wishes of removal of smokehouses from all Disney Parks.

SOURCE:

PULMAOSANEWS-PULMAOSA- Lungs: Your Atmosphere,Your Life! ®


Categorias:Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Fumar & Câncer de Pulmão: Associação Automática!-Smoking & Lung Cancer: Automatic and Deadly Association

3 de abril de 2010 Comentários desligados

Fumar & Câncer de Pulmão: Associação Automática!

Drª Ana Paula Degham,MD.

Drº Marcos Nascimento,MD.

Ainda hoje, o câncer de pulmão aparece como uma das neoplasias malignas mais freqüentes em todo o mundo, com alta mortalidade e incidência crescente nos últimos anos entre as mulheres. Apenas os tumores de pele não melanoma, mama e estômago tem maior incidência que o câncer de pulmão entre os brasileiros 1. Por isso, a identificação dos fatores de risco para o desenvolvimento desta neoplasia maligna é de fundamental importância, porque sem duvida, representa a maneira mais efetiva para a identificação de quais estratégias devem ser adotadas com o objetivo de diminuir essas altas taxas de incidência na população geral.

O câncer de pulmão tem fatores de risco relacionados com a exposição ocupacional, dieta, fatores genéticos entre outros, mas sem duvida o tabagismo, ou seja, o consumo de tabaco independente da via, mas principalmente de cigarro é o mais estudado e o mais freqüente.

Estima-se que pelo menos 80% de todas as mortes por câncer de pulmão entre os homens e 75% das mortes entre as mulheres sejam atribuídas diretamente ao habito de fumar e existe associação entre a dose-resposta entre o tabagismo e a incidência de câncer de pulmão, ou seja, o risco de câncer de pulmão aumenta na proporção direta do numero de cigarros que se fuma por dia e do tempo de duração do habito de fumar. Somam-se ainda o grau de inalação do tabaco e do conteúdo de nicotina 2,3.

A fumaça inalada (tabagismo passivo) pelos não fumantes também causa muita preocupação, pois tem composição química similar a inalada pelo tabagista. Para evidenciar a importância deste dado, já foi observado a presença de cotinina (metabolito da nicotina eliminado pelo rim) na urina de crianças cujas babás eram fumantes 1.

Não há como mencionar o câncer de pulmão e não abordar o tabagismo. E acreditamos que a associação entre tabagismo e o câncer de pulmão tem que ser automática porque assim educa-se desde cedo os adolescentes e as crianças que o ato de fumar está relacionado com um tipo de câncer muito grave e altamente letal apesar de todas as estratégias terapêuticas existentes.

REFERÊNCIAS :

1. Metz J.M. Cancer Tips: A Handbook for Cancer Prevention and Management. Philadelphia: Lippincott, Williams e Wilkins, 2002. P. 3,4.

2. Hansen H.H. Lung Cancer. Therapy Annual 6. Nova York: Informa Healthcare, 2009. P. 1-6.

3. De Vita V.T. et al. Cancer: Principles and Practice of Oncology. 8° Ediçao, volume 1. Philadelphia: Lippincott, Williams e Wilkens, 2008. P. 147-157.

4.PULMÃO S.A.- Sua Atmosfera, Sua Vida! ®

ENGLISH

Smoking & Lung Cancer: Automatic and Deadly Association

Dr. Ana Paula Dergham,MD.

Dr. Marcos Nascimento,MD.

LUNG CANCER- Câncer de PULMÃO

Even today, lung cancer appears as one of the most common malignancies worldwide, with high mortality and increasing incidence in recent years among women. Only non-melanoma skin cancers, breast and stomach has the highest incidence of lung cancer among Brazilians 1. Therefore, identification of risk factors for developing this malignancy is extremely important, because without doubt, represents the most effective way to identify what strategies should be adopted in order to reduce these high incidence rates in the population general.
Lung cancer has risk factors related to occupational exposure, diet, genetic factors among others, but no doubt smoking, or tobacco use regardless of the route, but mainly cigarette is the most studied and most frequent.
It is estimated that at least 80% of all deaths from lung cancer among men and 75% of deaths among women are attributed directly to smoking habit and there is an association between the dose-response relationship between smoking and cancer incidence lung, ie. the risk of lung cancer increases in direct proportion to the number of cigarettes you smoke per day and duration of tobacco use. And it can be added to the degree of inhalation of tobacco and nicotine content 2.3.
The inhaled smoke ( secondhand smoking) by non-smokers also causes much concern because it has similar chemical composition as the inhaled by the smoker. Just to highlight the importance of this fact, it was already noted the presence of cotinine (nicotine metabolite eliminated by the kidneys) in the urine of children whose caregivers were smokers 1.
There is impossible mention lung cancer and not address smoking. We believe that the association between smoking and lung cancer has to be automatic because this happens naturally and it allows tp educate early teens and children that smoking is related to a type of cancer very serious and highly lethal despite all the nowadays therapeutic strategies.

REFERENCES:
1. Metz JM Cancer Tips: A Handbook for Cancer Prevention and Management. Philadelphia: Lippincott, Williams and Wilkins, 2002. P. 3.4.
2. Hansen H. H. Lung Cancer. Therapy Annual 6. New York: Informa Healthcare, 2009. P. 1-6.
3. De Vita V.T. et al. Cancer: Principles and Practice of Oncology. 8th Edition, Volume 1. Philadelphia: Lippincott, Williams and Wilkens, 2008. P. 147-157.

4.PULMAOSA-Lungs,Your Atmosphere,Your Life ®

Categorias:Pare de Fumar / Quit, Principal Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: